BOLETIM INFORMATIVO

Observações importantes ao comparecimento ao templo durante a ainda presente pandemia de COVID21:

  • Ao entrar no templo higienize suas mãos com álcool 70%;
  • É obrigatório o uso de máscara de proteção durante todo o culto;
  • Não desloque as cadeiras dos lugares pré-estabelecidos;
  • Não abrace ou cumprimente o seu irmão com contato físico;
  • Não transite ou utilize os banheiros a não ser que seja realmente necessário;
  • Janelas e portas deverão ser mantidas abertas durante toda a celebração;
  • Não será excedido o limite máximo de ocupação de irmãos previamente estabelecido;
  • Aconselhamos aos maiores de 60 anos, menores de 12 anos e portadores de doenças crônicas a permanecerem em casa e priorizar o culto online;
  • Não haverá cantina;
  • Não haverá boletim de papel, somente na versão digital;
  • Ofertas serão entregues na saída do culto.

line

Alimento 1×3

O Espírito Santo e a volta de Jesus

Jesus prometeu voltar e levar para si o seu povo fiel, para estar com Ele para sempre (Jo14.3 ; 1Ts 4.13-18). Esta é a bendita esperança de todos os crentes (Tt 2.13), o evento pelo qual oramos e ansiamos (2Tm 4.8).

“Na casa de meu Pai” é claramente uma referência ao céu, porque Jesus para lá precisava “ir”, para nos preparar lugar (Mt 6.9; Sl 33.13,14, Is 63.15). Deus tem um celeste lar onde há “muitas moradas”, e para as quais a “família de Deus”, ora vivendo na terra, (Ef 2.19) será trasladada; “não temos aqui cidade permanente” (Hb 13.14).

• Tão certamente como Cristo subiu ao céu, Ele voltará para levar seus seguidores para si mesmo, conduzindo-os à casa do Pai, o lugar que lhes está preparado. Esta era a esperança dos crentes dos tempos do novo testamento, e de igual modo, a de todos os crentes de hoje.

• A expressão “vos levarei para mim mesmo” fala da esperança futura de todos os crentes vivos naquele momento, quando então serão “arrebatados juntamente com eles nas nuvens a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor” (1 Ts 4.17).

• A vinda de Cristo para buscar os seus fiéis, livrá-los-á da futura “hora da provação” que sobrevirá ao mundo.

• As Escrituras revelam que o Espírito Santo atua em nosso coração a clamar a Deus pela volta do nosso Senhor. É o Espírito quem testifica que nossa redenção permanece incompleta até a volta de Cristo (Rm 8.23).

• A promessa de Cristo, no sentido de livrar os fiéis de Filadélfia Ap 3.10 da hora da tentação, é idêntica à promessa bíblica aos tessalonicenses, de que seriam preservados da “ira futura” (1 Ts 1.10). Esta promessa é válida para todos os fiéis de Deus, em todas as eras.

Essa hora inclui o tempo divinamente determinado para provação, ira e tribulação que sobrevirá a “todo o mundo” nos últimos anos desta era, imediatamente antes do estabelecimento do reino de Cristo na terra.

A Bíblia revela as seguintes verdades:

• Esse tempo de tribulação envolve a ira de Deus sobre os ímpios.

• Esse período de provação também inclui a ira de Satanás contra os fiéis, contra os que aceitarem a Cristo durante esse período terrível. Para eles, haverá fome, sede, exposição às intempéries e muito sofrimento e lágrimas.

• Experimentarão de modo indireto as catástrofes naturais da guerra, da fome e da morte. Serão perseguidos, torturados e muitos sofrerão o martírio. Sofrerão as assolações de Satanás e das forças demoníacas, violência de homens ímpios e perseguição da parte do Anticristo. Perderão suas casas e terão de fugir, aterrorizados (Mt 24.15-20). Será um período terrivelmente calamitoso para quem tiver família e filhos (Mt 24.19); será tão terrível, que os santos que morrerem são tidos por bem-aventurados, porque descansam da sua lida e ficam livres da perseguição.

• Quanto aos vencedores anteriores àquele tempo Deus os preservará da tribulação, através do arrebatamento, quando os fiéis encontrarão o Senhor nos ares, antes de Deus derramar a sua ira.

Perguntas:

1. Você cre na volta de Jesus? E o que tem feito com sua vida enquanto Ele não volta?

2. Acerca da volta de Jesus, você tem plena consciência da sua responsabilidade com sua vida, dos que vivem debaixo do seu teto e de todos que você conhece?

3. Você fala do amor de Deus e do perigo de viver uma vida sem Jesus?

4. Você se sente responsável pela alma dos perdidos?

line

Feliz aniversário

04/jul – Orlando Neto

12/jul – Marta Machado

13/jul – Bárbara Cardoso

18/jul – Samara de Oliveira

20/jul – Nilo de Oliveira

21/jul – Cristiano Jordão

23/jul – Marli  Ribeiro

24/jul – Januária Garcia

24/jul –  Thiago Motta

25/jul – Hugo  Carvalho

28/jul – Amanda Santos

line

Bíblia diária

2ª feira – Jr. 22, 23, 24

3ª feira – Jr. 25, 26, 27

4ª feira – Jr. 28, 29, 30

5ª feira – Jr. 31, 32, 33

6ª feira – Jr. 34, 35, 36

Sábado – Jr. 37, 38, 39

Domingo – Jr. 40, 41, 42

Período atual: Trigésima terceira semana

line

100 anos de Partido Comunista Chinês

Partido Comunista coordena todos os demais poderes da China e fecha o cerco contra os cristãos
Partido Comunista coordena todos os demais poderes da China e fecha o cerco contra os cristãos

Hoje, dia 1º de julho, a China celebra 100 anos do Partido Comunista Chinês. Tanques passarão pela avenida Changan Lu — também conhecida como Avenida da Paz Eterna — em Pequim para comemorar a data. Filmes sobre a pátria serão exibidos na televisão, haverá transmissões públicas sobre heróis nacionais, competições de escrita nas escolas e a concessão de medalhas a membros de destaque do Partido. 

O Partido Comunista Chinês gerou grandes mudanças para o país desde que assumiu o poder há 100 anos. A China agora ostenta a segunda maior economia do mundo, integra as Nações Unidas e conta com um exército poderoso. Este ano, o presidente Xi Jinping anunciou que, depois de muitos anos, a pobreza foi erradicada para centenas de milhões de chineses que viviam com menos de US$ 1,70 por dia.

O Partido Comunista Chinês trouxe muitas melhorias para o país, mas mudou a vida dos cristãos 

Como o Partido Comunista Chinês começou?

Em 1912, a Dinastia Qing foi derrubada, terminando quase seis mil anos de governo dos imperadores chineses. O vazio foi preenchido pelo governo nacionalista Kuomintang (KMT). Mas em julho de 1921, um grupo de jovens cativados pelos ideais comunistas de Marx e Lenin estabeleceu o Partido Comunista Chinês em Xangai. A guerra civil com o exército KMT foi iniciada e se seguiu, durante a qual Mao Tsé-Tung estabeleceu-se como um comandante militar e mais tarde como presidente do Partido Comunista. Depois de derrotar o KMT, Mao estabeleceu a República Popular da China em 1 de outubro de 1949.

O que era a Família de Jesus?

Em 1921, também foi fundada a Família de Jesus, uma comunidade de cristãos que compartilhavam todos os bens e viviam juntos na província de Shandong. Durante a guerra civil, quando a comida era escassa, a comunidade Shandong doou 90% de seus produtos e sobreviveu com apenas 10%. Eles estavam praticando alguns dos ideais igualitários pregados pelos comunistas, mas de uma forma muito melhor. Em 1949, havia mais de 20 mil membros da Família de Jesus em toda a China.

Inicialmente, a Família de Jesus ganhou a admiração de muitos comunistas. Alguns até sugerem que a Família de Jesus influenciou o pensamento do Partido Comunista. Mas em 1952, o Partido não podia mais tolerar o ensino e a relutância do grupo religioso em ficar sob o controle do Partido. Então, em 1953, o fundador da Família de Jesus, Jing Dianying, foi preso e todas as comunidades da Família de Jesus foram dissolvidas. Hoje, apesar de décadas de perseguição, dezenas de milhares de cristãos na China remontam à Família de Jesus.

A Família de Jesus era uma comunidade cristã na China, em que os seguidores de Cristo compartilhavam o evangelho

Como é a perseguição aos cristãos na China?

No final de 1950, a China começou a expulsar missionários estrangeiros. A Missão para o Interior da China chamou de volta mais de 600 de seus obreiros. Em 1954, foi criado o Movimento Patriótico das Três Autonomias para registrar e regular todas as igrejas e atividades cristãs. As igrejas que não se registraram, resistindo ao controle do Estado, passaram a ser subterrâneas para evitar perseguição.

A igreja sobreviveu a condições horríveis com medo e suspeita constantes. Para evitar o monitoramento, algumas igrejas se reuniam de madrugada. Alguns oravam e jejuavam por 10, 20 ou 30 dias sem cessar. Os cristãos passavam horas adorando e estavam prontos para fugir pelas janelas e portas dos fundos, ou se esconder nos campos se a polícia chegasse para procurá-los.

Em 1955, o pastor cristão mais famoso da China, Wang Mingdao, foi preso por causa da fé. Ele tinha fortes opiniões sobre a separação da igreja e do Estado e estava determinado a pregar e preservar a palavra de Deus como o único padrão de crescimento espiritual e salvação. Wang ficou preso por 25 anos até ser solto em 1980. Enquanto ele estava na prisão, o pastor Wang levou 96 presos ao Senhor. A fé de Wang Mingdao permaneceu forte durante a prisão. Quando voltou para casa em Xangai, ele continuou a pregar todas as semanas até morrer, aos 91 anos.

No final da década de 1960, a China fechou as portas para o mundo exterior enquanto a Revolução Cultural de Mao devastava o país. Estima-se que 30 milhões de pessoas morreram de fome por políticas econômicas desastrosas, e muitos cristãos e líderes cristãos foram presos ou mortos. Nessa época, estima-se que a igreja chinesa cresceu para cerca de um milhão de seguidores de Jesus.

Quando começou o trabalho da Portas Abertas na China?

A porta para a China se abriu apenas em 1965, quando o governo emitiu um convite para que os ocidentais selecionados visitassem a China para testemunhar o “milagre” socialista que ocorria no país. O Irmão André, fundador da Portas Abertas, então com 37 anos, solicitou um visto e, contra todas as probabilidades, foi aceito para participar. Mais uma vez, o Irmão André mostrou que “todas as portas estão abertas para compartilhar o evangelho”, como ele mesmo afirmava.

Em 1975, a Portas Abertas recebeu a notícia de que, apesar da perseguição, o número de cristãos tinha crescido para algo entre 10 e 15 milhões. O problema era que eles não tinham Bíblias. Então, a Portas Abertas começou o trabalho de contrabando de Bíblias para a China usando mensageiros que carregavam Bíblias escondidas em sacos ou amarradas ao corpo.

No dia 18 de junho de 1981, a Portas Abertas entregou um milhão de Bíblias em uma praia no Sul da China. A ação ficou conhecida como Projeto Pérola; as Bíblias foram distribuídas por todo o país, e se tornaram a “semente” para um crescimento incrível da igreja cristã. Nos 30 anos seguintes, mensageiros levaram milhares e milhares de Bíblias em chinês para a China vindas de muitos países ao redor do mundo.

O Projeto Pérola levou um milhão de Bíblias para a China, abençoando a vida de cristãos no país

Em 1989, a Portas Abertas ouviu novamente o clamor dos cristãos chineses para ajudá-los a entender a Bíblia — em muitas áreas, apenas o pastor tinha uma cópia da Bíblia e pouco ou nenhum treinamento teológico. Então, a Missão começou a treinar pastores e a construir amizades fortes e solidárias com muitas redes de igrejas. Mesmo diante da perseguição que os seguidores de Jesus na China enfrentavam, houve um aumento no número de cristãos do país.

Como foi o crescimento da igreja chinesa?

Quando Xi Jinping assumiu a presidência em 2012, estima-se que o número de cristãos chineses havia aumentado para mais de 90 milhões, aproximadamente o mesmo número que os membros do Partido Comunista. Desde então, o presidente Jinping está determinado a fazer o cristianismo se comportar como o comunismo. A repressão às igrejas, pastores e jovens cristãos faz com que muitos acreditem que estamos voltando aos dias sombrios da Revolução Cultural.

A perseguição violenta do passado foi substituída pelo monitoramento das igrejas usando tecnologia sofisticada de vigilância e uma estratégia para acabar com prédios e edifícios das igrejas e com as plataformas digitais. Os cristãos chineses estão aprendendo novamente a se adaptar com as políticas em constante mudança, como o ensino on-line, a venda on-line de Bíblias e o contato com entidades cristãs fora da China.

Muitas igrejas na China são monitoradas e vigiadas pelo governo para que todas sejam extintas

O que esperar para o futuro?

A Portas Abertas trabalha para combater uma das políticas mais difíceis da China — perseguir os jovens cristãos e os trancar para fora da igreja. Se o Partido Comunista puder neutralizar a próxima geração de cristãos, o ciclo de fé será quebrado. Estamos equipando jovens líderes com abordagens e ferramentas para alcançar a juventude. Muitos líderes da igreja participaram de treinamentos para prepará-los para perseguição. Isso produziu uma base de consciência e urgência para responder à perseguição biblicamente, corajosamente e em conjunto, como um só corpo.

Leve Bíblias para a China

As igrejas na China estão crescendo e nossos irmãos e irmãs precisam também crescer na fé através da palavra de Deus. Com sua doação, você garante que cristãos chineses recebam Bíblias digitais. Além disso, você se torna um parceiro da Portas Abertas e passa a receber em sua casa os exemplares da Revista Portas Abertas e abençoa irmãos e irmãs em todo o mundo.

Fonte: Portas Abertas

line

Plante para o futuro

a transformação do Espírito Santo

“Existe um ditado árabe que diz: “Quem planta tâmaras, não colhe tâmaras!” Isso porque, antigamente, as tamareiras levavam de 80 a 100 anos para produzir os primeiros frutos. Atualmente, com as técnicas de produção modernas, esse tempo é bastante reduzido, porém o ditado é antigo e sábio.

Conta-se que certa vez um senhor de idade avançada plantava tâmaras no deserto quando um jovem o abordou perguntando: “Mas por que o senhor perde tempo plantando o que não vai colher?”. O senhor virou a cabeça e, calmamente, respondeu: “Se todos pensassem como você, ninguém colheria tâmaras”. Ou seja, não importa se você vai colher, o que importa é o que você vai deixar…

Cultive, construa e plante ações que não sejam apenas para você, mas que possam servir para todos e para o futuro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s