BOLETIM INFORMATIVO

Vou pro culto!

Reserve no link abaixo o seu lugar e o de sua família no culto dominical das 19 horas.

VOU PRO CULTO

Observações importantes:

  • A entrada no templo será feita exclusivamente pela ESCADA e a saída exclusivamente pela RAMPA;
  • Ao entrar no templo higienize suas mãos com álcool 70%;
  • É obrigatório o uso de máscara de proteção durante todo o culto;
  • Não desloque as cadeiras dos lugares pré-estabelecidos;
  • Não abrace ou cumprimente o seu irmão com contato físico;
  • Não transite ou utilize os banheiros a não ser que seja realmente necessário;
  • Não haverá água nos bebedouros ou jarras;
  • Janelas e portas deverão ser mantidas abertas durante toda a celebração;
  • Não compartilhe microfones ou instrumentos musicais;
  • Não será excedido o limite máximo de ocupação de irmãos previamente estabelecido;
  • Aconselhamos aos maiores de 60 anos, menores de 12 anos e portadores de doenças crônicas a permanecerem em casa e priorizar o culto online;
  • Não haverá cantina;
  • Não haverá boletim de papel, somente na versão digital;
  • Não haverá salinha para crianças que eventualmente comparecerem ao culto e elas deverão permanecer sentadas nas cadeiras respeitando o distanciamento de um metro e meio do irmão mais próximo;
  • Ofertas serão entregues na saída do culto em envelope fornecido no ato da entrada.

line

Alimento 1×3

A guerra entre a nossa vontade e a de Deus

Texto para leitura: Isaias 55

Apenas Deus Pode nos satisfazer

Como seres espirituais eternos em corpos mortais temporais, fomos feitos para adorar. Criados à imagem de Deus, desejamos estar conectados com Aquele que nos criou e que melhor nos conhece, da mesma forma que as crianças desejam estar sempre perto dos seus pais. Queremos pertencer e ser parte de algo significativo e importante, de uma causa que transcende nosso próprio ego, status, riqueza e fama. Queremos cumprir o propósito para o qual Deus nos criou, entregando-nos ao serviço, para que outros possam experimentar Sua graça, misericórdia, paz, alegria e bênçãos abundantes. 

Fazer a vontade de Deus ou a nossa?

Buscar esse tipo de sustento para nossas almas não significa que nossas vidas serão fáceis, confortáveis ou sem sofrimento. Pelo contrário, quanto mais conscientes nos tornamos do nosso desejo de amar, servir e obedecer a Deus, mais frequentemente sofremos as consequências de viver em um mundo decaído, de pessoas pecadoras. Na verdade, Jesus incluiu essas pessoas em Sua lista de bênçãos, que geralmente chamamos de Bem-aventuranças, em parte do Seu Sermão da Montanha: “Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos.” (Mt 5:6, ARA). 

Em vez de esperar, sofrer e confiar no Senhor, muitas vezes é tentador resolver o problema com nossas próprias mãos, quando nos sentimos vazios por dentro. Ao invés de seguir Jesus e achegar-nos a Deus para o alimento da nossa alma, cedemos à tentação e buscamos a gratificação instantânea. Suspeito que muitas das nossas lutas emocionais resultam das nossas tentativas de encontrar alimento espiritual em uma dieta mundana. Perseguimos objetivos, relacionamentos, posses e realizações que acreditamos que nos farão felizes e contentes, apenas para obtê-los e descobrirmos que a dor permanece dentro de nós. O profeta Isaías expressou de forma simples e poética nosso anseio espiritual e a frustração que sentimos quando nossas próprias tentativas de nos satisfazer falham: “Venham, todos vocês que estão com sede, venham &agra ve;s águas; e vocês que não possuem dinheiro algum, venham, comprem e comam! Venham, comprem vinho e leite sem dinheiro e sem custo. Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão, e o seu trabalho árduo naquilo que não satisfaz? Escutem, escutem-me e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará com a mais fina refeição.” (Isaías 55:1-2, NVI)

Como o profeta aponta, nada que possamos comprar nos satisfaz da mesma forma com que Deus enche o nosso coração e nutre a nossa alma. Este é o tipo de refeição que toca todos os nossos sentidos enquanto “nos deliciamos com a mais fina refeição”, sabendo que a bondade de Deus realmente nos satisfaz. 

Perguntas
1.    Você busca a vontade de Deus antes de tomar alguma decisão?
2.    Você já experimentou a vontade de Deus?
3.    Você tem paciência para esperar a vontade de Deus se realizar em sua vida? (Salmos 40).

line

Bíblia diária

2ª feira – 1Cr. 01, 02, 03

3ª feira – 1Cr. 04, 05, 06

4ª feira – 1Cr. 07, 08, 09

5ª feira – 1Cr. 10, 11, 12

6ª feira – 1Cr. 13, 14, 15

Sábado – 1Cr. 16, 17, 18

Domingo – 1Cr. 19, 20, 21

Período atual: Décima quinta semana

line

Cristã chinesa é rebaixada no trabalho por causa da fé

Após ser interrogada e tratada como criminosa no hospital onde trabalhava há 20 anos, cristã é rebaixada de função

Após a investigação, Grace foi rebaixada em sua função no hospital e recebeu tarefas não essenciais (imagem representativa)Após a investigação, Grace foi rebaixada em sua função no hospital e recebeu tarefas não essenciais (imagem representativa)

Grace Ouyang* é uma cristã na China de quase 50 anos. Ela era enfermeira de um grande hospital, chegando ao cargo de vice-chefe após ser promovida ao longo de duas décadas. Ela era uma cristã fervorosa que compartilhava o evangelho com muitos colegas no hospital.

Ela estava encaminhada para ser promovida a enfermeira-chefe, mas foi ignorada por causa da fé. Porém, esse contratempo não a impediu de continuar trabalhando dedicadamente no hospital, nem diminuiu seu entusiasmo ao evangelizar. Mas, há cerca de três anos, as coisas pioraram.

Um dia, altos funcionários do hospital apareceram repentinamente no escritório de Grace. “Não houve aviso prévio. Eles entraram, sentaram e me interrogaram durante um dia todo, sem intervalo. Mais tarde, descobri que questionaram muitos de meus colegas também. Eles os pressionaram para conseguir informações sobre minhas ‘atividades religiosas’. Essa repentina e dramática ação da gerência do hospital me fez parecer uma criminosa”, disse Grace.

A partir daquele dia, os colegas de Grace passaram a manter distância dela, com medo de serem envolvidos nesse incidente aparentemente sério. Após a investigação, Grace foi rebaixada e recebeu tarefas não essenciais. Sua nova renda era uma fração do que costumava ser.

Grace lidou com essa injustiça durante um ano, repetidamente perguntando a Deus porque isso aconteceu com ela. Sua carreira profissional ficou em farrapos e seu trabalho duro de tantos anos foi reduzido a nada. Ela se sentiu sozinha e traída.

“Mas, com a graça de Deus, a frustração e o luto gradualmente me deixaram. Eu encontrei paz quando aceitei o que sempre acreditei, que apenas o trabalho de Deus tem valor eterno. Todo o resto é temporário. Tudo passará”, ela disse.

*Nome alterado por segurança.

Permanência inabalável

O aumento da perseguição tem levado os cristãos chineses a situações como a vivida por Grace. Porém, cristãos de origem muçulmana experimentam uma perseguição ainda mais severa no país. Suas orações e apoio dão a eles a força e encorajamento que precisam para permanecerem inabaláveis. Com uma doação de R$ 98,50 você ajuda a manter o programa de discipulado para que saibam enfrentar a perseguição de forma bíblica. 

Fonte: Portas Abertas

line

O Senhor Não Falhará – Eu Confiarei Sempre

“Mas eu confio em ti, ó Senhor; e digo: Tu és o meu Deus”. (Salmos 31:14)

Um poeta e um artista examinavam, juntos, uma pintura de Poussin, retratando a cura dos dois cegos de Jericó. O artista perguntou: “O que lhe parece a coisa mais notável nesta pintura?” O poeta respondeu: “Tudo na pintura é excelente. A forma dada a Cristo, as pessoas agrupadas, a expressão dos rostos, tudo”. O artista pareceu achar o toque mais importante em outro lugar. Apontando para os degraus de uma casa no canto da tela, ele disse: “Você vê uma bengala descartada ali?” “Sim, mas o que isso significa?” “Meu amigo, um cego estava sentado naqueles degraus, com a bengala na mão. Mas quando ele ouviu que Cristo se aproximava, estava tão certo que seria curado que ele deixa sua bengala jogada lá, pois, cria que não precisaria mais dela. Ele apressou-se em direção ao Senhor como se já pudesse ver.”

Como seria bom se todos nós tivéssemos a fé daquele cego! Deixaríamos de nos queixar de tudo, confiaríamos mais nas promessas de Deus, entenderíamos que tudo é possível para o Senhor e que a nossa bênção viria a qualquer momento. Não haveria tanta angústia e as aflições que experimentamos seriam muito menores. Confiar no Senhor não é apenas lhe pedir coisas, mas crer, de antemão, que seremos atendidos naquilo que for melhor para nós.

Crer é saber esperar, é receber um não da mesma forma que recebemos um sim, é caminhar em direção ao nosso sonho mesmo antes de vê-lo concretizado. Crer é agradecer ao Senhor por Seus cuidados, por Sua amizade, por Sua mão estendida toda vez que tropeçamos, mesmo que isso nos passe despercebido.

O Senhor não falhará jamais. Eu creio. Crerei sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s