Boletim #146 – 29/jan/23

Conhecendo a verdade para ser livre (parte 04)

Leitura para essa semana: Páginas 28 a 31 do livro “A Isca de Satanás” de John Bevere.

Texto para meditação: 1 Coríntios 13:1 ao 8.

Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei. Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá. O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará.

Gostaria de chamar a atenção dos amados para a seguinte pergunta: Onde começa a proposta para se ter uma vida cristã?

Vamos fazer um grande resumo: “João 3:16 ao 18 – Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.”

Essa é a grande proposta de Deus, que foi traído desde Adão, mas que apesar das decepções, decidiu amar a raça humana, ou seja, todos nós. E sendo assim, ofereceu o seu filho para morrer no lugar de todos os traidores; e a sua única proposta é que venhamos a crer Nele, passando a confiar no seu plano.

Assim, Deus o Pai, inicia com cada um de nós um grande desafio, pois não é o pecador que vai na direção do ofendido, mas é o ofendido que está disposto a ir na direção do ofensor e se sacrificar, tudo com uma única intenção: a “RECONCILIAÇÃO”.

E assim, o ofendido destrói muralhas mais duras que a de pedra: as muralhas que o faziam prisioneiro da ofensa. Então surge uma nova pergunta:

Como conseguir tamanha proeza quando o coração está cheio de feridas, inseguranças, dor e medo? Vamos aprender com o apóstolo João: 1 João 4:16 ao 21 – Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos nesse amor. Deus é amor. Todo aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele. Dessa forma o amor está aperfeiçoado entre nós, para que no dia do juízo tenhamos confiança, porque neste mundo somos como ele. No amor não há medo; ao contrário, o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor. Nós o amamos porque ele nos amou primeiro. Se alguém afirmar: “Eu amo a Deus”, mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. Ele nos deu este mandamento: Quem ama a Deus, ame também seu irmão.”

Esta é a grande resposta: Deixar Deus, através do Espírito Santo, nos encher do seu amor. Só assim conseguiremos trocar a ofensa pelo perdão, e as dores e feridas por uma confiança plena no Senhor. Sempre que duvidarmos, devido à intensidade da dor que estamos sentindo, devemos lembrar da cruz, pois ela foi a maior prova de que podemos confiar no Senhor.

Filipenses 4:7 ao 9 – E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus. Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas. Ponham em prática tudo o que vocês aprenderam, receberam, ouviram e viram em mim.

E o Deus da paz estará com vocês: “Romanos 8:32 – Aquele que não poupou seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós, como não nos dará juntamente com ele, e de graça, todas as coisas?”

O amor de Deus é o caminho da cura para o perdão, e o perdão para a libertação, e a libertação nos fará grandes guerreiros de Deus.

Perguntas:

1. O amor de Deus já foi derramado sobre você, ou gostaria que fosse? ( Lucas 12:31)

2. Você está disposto a agir dentro dos padrões do amor de Deus? (1 Coríntios 13:3 ao 8)

3. Você é duro de coração e tem dificuldade para perdoar? (Mateus 6:14 e 15)

Para que não tem célula, faça a leitura em família.

Janeiro/2023

29 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto de Louvor
30 SEG
19h45 Curso VoicePro
31 TER

Fevereiro/2023

01 QUA
20h Culto de quarta-feira
02 QUI
03 SEX
18h40 Aula de música (na sala de aula)
19h00 Consagração Ministério de louvor (no templo)
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
04 SAB
18h Rolezinho de Verão (Luau dos Adolescentes) – evento externo
20h Culto Go!
05 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto Rede de Homens
06 SEG
19h45 Curso VoicePro
07 TER
08 QUA
20h Culto de quarta-feira
09 QUI
10 SEX
18h40 Aula de música
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
11 SAB
20h Formatura Curso VoicePro
12 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto Rede de Mulheres
13 SEG
14 TER
15 QUA
20h Culto de quarta-feira
16 QUI
17 SEX
18h40 Aula de música
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
19h Retiro Teen (início) – Evento na igreja (acampamento)
18 SAB
Retiro Teen
19 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto da Família
Retiro Teen
20 SEG
Retiro Teen
20 SEG
FERIADO: Carnaval
Retiro Teen
22 QUA
12h Retiro Teen (fim) – Evento na igreja (acampamento)
20h Culto de quarta-feira
23 QUI
24 SEX
18h40 Aula de música
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
25 SAB
26 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto dos Jovens
27 SEG
28 TER

Espiã se infiltra em grupo de estudo bíblico na China

Veja o que aconteceu com a líder e outras refugiadas norte-coreanas

|24/01/2023 – 08:00

A denúncia da espiã poderia causar a prisão da líder e a deportação das norte-coreanasA denúncia da espiã poderia causar a prisão da líder e a deportação das norte-coreanas

Os riscos que cristãs e refugiadas norte-coreanas na China enfrentam para estudar a Bíblia são grandes. Um deles é a chance de serem denunciadas por alguém do próprio grupo e isso já aconteceu uma vez com a líder cristã Rebecca (pseudônimo).

Havia uma espiã no grupo em que a cristã discipulava e o comportamento da norte-coreana era suspeito. “Eu acredito que ela foi enviada para monitorar nosso estudo bíblico secreto e avisar as autoridades”, revela Rebecca. Ao longo dos anos, outros colaboradores da Portas Abertas já foram capturados e presos a partir de denúncias de membros do grupo.

No entanto, o trabalho secreto de discipular mulheres da Coreia do Norte na China continua. “Não estou sozinha. Deus está comigo. Ele prepara um caminho para mim”, acredita a líder cristã. No início, as norte-coreanas que vão para o estudo bíblico desacreditam e até debocham do evangelho. Elas não conseguem acreditar que Jesus as ama e se importa com elas.

Apesar da desconfiança, as refugiadas ilegais arriscam suas vidas para ouvir mais sobre o amor de Deus. “Eu faria essa viagem todas as vezes, mesmo que apenas por uma. Até mesmo pela espiã”, confessa Rebecca, que também arrisca sua vida.

A espia não delatou o grupo de discipulado ao governo chinês. “Eu frequentemente sonho com a espiã. Por que ela não nos entregou? Ela era realmente uma espiã? Às vezes ela chorava e orava. Outras ela só observava. Eu me pergunto: ‘Como ela encontra a Deus hoje em dia?’”, reflete a líder cristã.

Doe e receba a Revista Portas Abertas

Com as doações de parceiros no Brasil, é possível apoiar diversos projetos como o de discipulado de norte-coreanas refugiadas na China. Faça uma doação e receba a Revista Portas Abertas durante um ano.

Fonte: Portas Abertas

Texto (Alimento 1×3) – Pr. Paulo Pereira / Revisão: Mônica Pinheiro / Pesquisa e edição: Orlando Neto

Boletim #145 – 22/jan/23

Conhecendo a verdade para ser livre – Parte 3

Leitura da semana: Páginas 24 a 28 do livro “A Isca de Satanás” de John Bevere.

Buscando a libertação, pois Senhor deseja nos libertar.

O maior ato de amor, compaixão e misericórdia de Deus, o Pai (depois de nos ter dado JESUS, que foi o seu maior ato de amor), foi nos deixar a sua palavra.

Mas tenho uma grande tristeza, quando vejo alguns que fazem parte do povo de Deus usarem uma máscara de espiritualidade, ao fazer a seguinte declaração para os que estudam a palavra: “Olha, a letra mata.” Pois o povo que diz isso, não conhece verdadeiramente a palavra de Deus, porque ela diz também que “o povo perece por falta de conhecimento”; e Deus culpa o sacerdote por isso:

Oséias 4:6 – O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.

Tudo o que precisamos para viver, a forma que devemos viver e como gerenciar nosso modo de vida, está na palavra. E quando nos dispomos a conhecer a palavra, isso significa que estamos dispostos a conhecer a Jesus, seu amor e sua vontade:

João 5: 39 – Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam.

Estamos vivendo nos últimos tempos e, quem conhece a palavra de Deus, sabe que o diabo não poupa nem as crianças, pois há no mundo espiritual um grande complô para ferir e traumatizar nossas crianças, transformando-as em vítimas do inferno.

E o pior de tudo, é que os pais, por falta de sabedoria e vigilância, são os mais usados para contribuir com o inferno, pois não vigiam e deixam seus filhos viverem sem disciplina e sem o diálogo pautado na verdade e na palavra de Deus.

Os pais devem sentar-se com seus filhos e conversar mais sobre a palavra; devem usar o boletim da igreja para discipular seus filhos e demonstrar para eles não somente o seu amor, mas também deixar que o amor de Deus flua de suas vidas para as deles.

Muitos cristãos estão comendo da isca quando aceitam a “OFENSA”; mas por que aceitamos a ofensa?

Porque estamos despreparados emocionalmente e desprovidos do conhecimento da palavra de Deus. Os pais não treinam os filhos, porque não os veem como seus discípulos, e sim apenas como filhos (e às vezes até como problemas), enquanto deveriam vê-los como presentes de Deus.

Vivemos numa sociedade onde a igreja anda em conformidade com os seus conceitos e propostas de vida, onde os pais não querem ter o trabalho de serem pais e ensinar, mas querem apenas uma vida confortável. Sem percebermos, nós e nossos filhos vamos nos alimentando das ofensas e sempre colocamos a culpa em outra pessoa, pois temos dificuldade em assumir o nosso papel. No entanto, poucos sabem que ao ensinar nossos filhos, também estamos aprendendo.

Gostaria de dar início a uma nova geração de pais que aprendem e treinam os seus filhos para a salvação. Pois quando deixamos de morder a isca e não comemos da ofensa, nossos filhos irão desfrutar da saúde de quem está em Cristo, e se alimenta da sua palavra.

Perguntas:

1. Você está disposto a fazer parte de uma geração que vai vigiar mais, não vai se alimentar das ofensas deste mundo cheio de iscas, e vai viver mergulhado no amor de Deus? (Romanos 5:1 ao 8)

2. Não sei se você é pai, filho, marido ou esposa, e o quanto a vida já te machucou – Mas você gostaria de deixar de ser vítima e se tornar uma pessoa livre, que sabe que Deus pode te levar ao melhor nível de cura e paz? (2 Timóteo 2: 21, 26)

3. Será que ser livre pode ser difícil para você? (Tiago 1: 20 ao 27)

4. A sua transformação de ofendido para livre poderá contribuir com a salvação de mais alguém? (1 Coríntios 10: 32 e 33)

Para que não tem célula, faça a leitura em família.

Janeiro/2023

Para ver a agenda 2023 completa clique aqui.

22 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto dos Jovens
23 SEG
19h45 Curso VoicePro
24 TER
25 QUA
20h Culto de quarta-feira
26 QUI
27 SEX
18h40 Aula de música
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
DIA INTERNACIONAL EM MEMÓRIA DAS VÍTIMAS DO HOLOCAUSTO
28 SAB
29 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto de Louvor
30 SEG
19h45 Curso VoicePro
31 TER

Fevereiro/2023

Para ver a agenda 2023 completa clique aqui.

01 QUA
20h Culto de quarta-feira
02 QUI
03 SEX
18h40 Aula de música (na sala de aula)
19h00 Consagração Ministério de louvor (no templo)
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
04 SAB
18h Rolezinho de Verão (Luau dos Adolescentes) – evento externo
20h Culto Go!
05 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto Rede de Homens
06 SEG
19h45 Curso VoicePro
07 TER
08 QUA
20h Culto de quarta-feira
09 QUI
10 SEX
18h40 Aula de música
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
11 SAB
20h Formatura Curso VoicePro
12 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto Rede de Mulheres
13 SEG
14 TER
15 QUA
20h Culto de quarta-feira
16 QUI
17 SEX
18h40 Aula de música
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
19h Retiro Teen (início) – Evento na igreja (acampamento)
18 SAB
Retiro Teen
19 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto da Família
Retiro Teen
20 SEG
Retiro Teen
20 SEG
FERIADO: Carnaval
Retiro Teen
22 QUA
12h Retiro Teen (fim) – Evento na igreja (acampamento)
20h Culto de quarta-feira
23 QUI
24 SEX
18h40 Aula de música
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
25 SAB
26 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto dos Jovens
27 SEG
28 TER

Pastor morre em prisão no Vietnã

Apesar das autoridades afirmarem que o motivo foi uma doença, familiares desconfiam de maus-tratos e tortura |19/01/2023 – 14:00

Esposa e filhos do pastor Phuc, que morreu na prisão, receberão ajuda de parceiros locais da Portas AbertasEsposa e filhos do pastor Phuc, que morreu na prisão, receberão ajuda de parceiros locais da Portas Abertas

No dia 5 de janeiro de 2023, Phuc*, um pastor tribal no Vietnã morreu na prisão enquanto cumpria pena por acusações relacionadas à religião. Ele foi preso em janeiro de 2018 e sentenciado a 16 anos de prisão em julho do mesmo ano por “atividades que se opõem à República Socialista do Vietnã”.

Na acusação, foi declarado que ele se uniu ao “Governo Nacional Provisório do Vietnã” nos Estados Unidos, além de ser o “presidente interino do Conselho Inter-religioso no Vietnã”. O governo nacional provisório é um grupo político iniciado por vietnamitas que viviam fora do país e se rebelaram contra o Partido Comunista vietnamita.

Na manhã do dia 5, a esposa de Phuc recebeu uma ligação dizendo para visitar o marido que estava muito doente. Uma hora depois de chegar, ela foi informada que seu marido havia morrido devido a uma doença. Entretanto, Van*, irmão do pastor, acredita que não foi isso que aconteceu. “Meu irmão não morreu por causa de doença. Ele pode ter sido ferido intencionalmente e continuou sendo ameaçado, torturado e forçado a admitir suas acusações, porém ele se recusou firmemente a fazê-lo”.

Sem saber da verdade

Van acrescentou ainda que não puderam ver o corpo do irmão depois de morto. As autoridades disseram à família do pastor que pela lei vietnamita, eles só têm permissão para levar os restos de uma pessoa que morreu após passar três anos de prisão. “Eles cobriram o corpo dele imediatamente, então não pudemos ver ou saber o que realmente aconteceu. Eles pareciam esconder algo”, disse Van.

O parceiro local da Portas Abertas, Athan*, também compartilhou quão dolorosa a notícia é e que está mantendo contato com a família do pastor Phuc. “A família já estava em uma situação muito difícil e acabou de piorar, já que a esperança de retorno do marido e pai não é mais possível”.

Enquanto o pastor Phuc esteve na prisão, a Portas Abertas ofereceu apoio financeiro para que a esposa o visitasse na prisão e a filha operasse o coração. O objetivo agora é garantir uma ajuda adicional para que a família realize um funeral mesmo sem corpo e para que se mantenha durante esse tempo de dificuldade.

*Nomes alterados por segurança.

Pedidos de oração

  • Ore por paz e conforto para a esposa do pastor Phuc e seus dois filhos.
  • Interceda para que o governo local responda ao questionamento da família do pastor e que seu corpo seja liberado.
  • Peça que o Senhor revele a verdade por trás da morte do pastor Phuc.

Fonte: Portas Abertas

Texto (Alimento 1×3) – Pr. Paulo Pereira / Revisão: Mônica Pinheiro / Pesquisa e edição: Orlando Neto