Boletim #143 – 08/jan/23

Conhecendo a verdade para ser livre

Leitura da semana: Introdução do livro “A Isca de Satanás” de John Bevere.

Texto para meditação: 1 Coríntios 3 (se possível, ler na Bíblia NVI).

A afronta e a ofensa são as iscas de satanás para nos tornar reféns dele. Mesmo tendo uma vida dentro da igreja, muitos cristãos vivem envolvidos com críticas, sempre à procura das falhas alheias para comentarem, e dessa forma, dão forças ao mal.

Essas pessoas não sabem o que é pregar o evangelho de verdade, pois até quando se dispõem a pregar, são grosseiras e inconvenientes; elas não pregam por amor às vidas, mas para provocar contendas, porque são prisioneiros e vítimas das ofensas.

E qual é o propósito da ofensa? Para o diabo, fazer prisioneiros; mas e para Deus?

Atos dos Apóstolos 5:41 – Retiraram-se, pois, da presença do conselho, regozijando-se de terem sido julgados dignos de padecer afronta pelo nome de Jesus.

1 Timóteo 3:7 – Convém, também, que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta e no laço do diabo. Perseverança no meio das provações, segundo o exemplo de Cristo.

Hebreus 12:1 – Portanto, nós também, pois, que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia e corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta, 2 – olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus.

Queridos discípulos, sei que parece impossível se livrar desse lixo do inferno, mas em Deus nada é impossível.

Meu maior desejo como pastor não é somente ganhar milhares de almas, mas pregar, ensinar e conduzir à salvação todos os que estão debaixo da minha direção, pois penso: de que adianta ter uma multidão para cuidar e não ter a certeza de que todos estejam salvos, e desfrutando da verdadeira alegria e felicidade que só a salvação em Jesus pode proporcionar?

Vejo, ainda, dentro da igreja, pessoas amargas, tristes, angustiadas, e que murmuram o tempo todo, porque esqueceram que, ao aceitarem Jesus, se tornaram templo do Espírito Santo, que é a maior fonte de alegria, e fonte de águas vivas que jorram para a vida.

Portanto, deveriam estar distribuindo essa alegria pelos quatro cantos da terra, divulgando a verdadeira felicidade da salvação. Vejam esses versículos:

João 4:13-14 – Jesus respondeu e disse-lhe: Qualquer um que beber desta água tornará a ter sede, mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna.

Tiago 3:11-12 – Porventura, deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa? Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas ou a videira, figos? Assim, tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce.

Perguntas:

1. Você é prisioneiro de alguma isca do diabo (como ódio, amargura, ressentimentos e etc.)? (Leia 1 Coríntios 3:1 ao 5)

2. Você está disposto a reconhecer que é um prisioneiro do diabo, apesar de crente, e pedir socorro para Deus te libertar? (1 Coríntios 3:6 ao 11)

3. Será que você tem prazer nos cárceres que satanás te prendeu, e não percebeu que tudo é uma falsa alegria que só te deixa mais amargo e inconveniente? (1 Coríntios 3:13 ao 23)

Para que não tem célula, faça a leitura em família.

Janeiro/2023

Para ver a agenda 2023 completa clique aqui.

08 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto Rede de Mulheres
09 SEG
19h45 Curso VoicePro
10 TER
11 QUA
20h Culto de quarta-feira
12 QUI
13 SEX
18h40 Aula de música
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
14 SAB
20h Culto Go!
15 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto da Família
16 SEG
19h45 Curso VoicePro
17 TER
18 QUA
20h Culto de quarta-feira
19 QUI
20 SEX
18h40 Aula de música
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
21 SAB
22h Grande Vigília (Intercessão)
22 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto dos Jovens
23 SEG
19h45 Curso VoicePro
24 TER
25 QUA
20h Culto de quarta-feira
26 QUI
27 SEX
18h40 Aula de música
19h45 Ensaio Ministério de Louvor
DIA INTERNACIONAL EM MEMÓRIA DAS VÍTIMAS DO HOLOCAUSTO
28 SAB
29 DOM
9h Programa de Qualidade de Vida
19h Culto de Louvor
30 SEG
19h45 Curso VoicePro
31 TER

Pai e filho a serviço de Cristo em Cuba

Veja como o pastor Angel e seu pai têm fortalecido a Igreja Perseguida

05/01/2023 – 08:00

Mesmo com as ameaças, o pastor Angel e o pai não deixaram de anunciar as boas novas em Cuba (foto representativa)Mesmo com as ameaças, o pastor Angel e o pai não deixaram de anunciar as boas novas em Cuba (foto representativa)

Esta semana contamos o começo da história do pastor Angel e seu pai em Cuba. Como muitos líderes cristãos, eles dedicaram suas vidas para compartilhar o evangelho e permaneceram firmes perante as ameaças recorrentes do governo comunista. Angel estava ingressando no ensino básico quando o pai foi preso pelo governo cubano.  

“O alimento era escasso e tínhamos poucas roupas, mas o que mais me incomodava era o bullying que sofria na escola por ser cristão. Meus colegas sabiam que meu pai estava no campo de trabalho forçado por ser pastor. Alguns professores não apenas se juntavam à zombaria, mas também batiam em mim. Fui submetido a castigos duros. Era insuportável. Foi nesse contexto que cresci”, disse Angel. 

Em 1968, o governo desfez os campos de trabalho forçado e libertou os presos. Angel e a mãe foram receber o pai assim que souberam. “Ele estava barbudo, magro, vestindo um uniforme verde sujo e fedido. O sofrimento estava visível em seu rosto. Os homens que estavam com ele caminhavam devagar, com semblante triste. Eu não reconheci meu pai. Apenas quando ele me pegou nos braços soube que era ele. É a primeira lembrança que tenho dele”, continua Angel. 

Futuro incerto 

A família encontrou abrigo em um seminário, em que o pai de Angel foi contratado como administrador. Havia muita incerteza quanto ao futuro da igreja, mas a certeza de que o governo planejava controlar ou suprimir as atividades religiosas em Cuba permanecia. Muitos líderes cristãos e missionários estrangeiros foram expulsos do país, mas os que ficaram, continuaram a missão, isolados da comunidade cristã global.  

Por causa do contexto em que cresceu, Angel não queria se envolver no trabalho missionário para não causar dor para os familiares e para ter uma carreira que os tirasse da pobreza. Mas Deus tinha outros planos para ele. “Aqui estou, servindo como ministro do Senhor para pregar as boas novas na zona rural e nas cidades. Em todas as igrejas pelas quais passei Deus nos protegeu”, conta o pastor. 

O ano de 2022 foi difícil para Angel e para a família, com muitas restrições e provas, mas “depois de 40 anos como pastor, aprendi que precisamos enfrentar os desafios e tribulações com coragem e confiar em Deus”, conclui o pastor Angel. Em 1992, o governo cubano amenizou algumas restrições, o que permitiu a reabertura de algumas igrejas e a reativação de algumas instituições de caridade cristãs. Ainda assim, a liberdade religiosa continua distante. Cristãos relatam violações dos direitos humanos, assédios e perseguição por parte das autoridades e precisam do apoio em oração da igreja brasileira. 

Fortaleça cristãos perseguidos 

O trabalho da Portas Abertas é ouvir, acolher e fortalecer cristãos perseguidos. Para que esse trabalho continue alcançando cristãos como o pastor Angel, precisamos da sua ajuda. Com uma doação de qualquer valor, você ajuda a enviar Bíblias e alimento onde as necessidades da Igreja Perseguida são mais urgentes.  

Fonte: Portas Abertas

Texto (Alimento 1×3) – Pr. Paulo Pereira / Revisão: Mônica Pinheiro / Pesquisa e edição: Orlando Neto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s