Informativo Amai-vos #121

Agenda de Julho/Agosto de 2022

  • 01/ago – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 02/ago – TER:
  • 03/ago – QUA: 20h Culto de quarta-feira 
  • 04/ago – QUI: 19h45 Ensaio Ministério de Louvor 
  • 05/ago – SEX:
  • 06/ago – SÁB:
  • 07/ago – DOM: 9h Qualidade de Vida / 19h Culto Rede Homens
  • 08/ago – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 09/ago – TER:
  • 10/ago – QUA: 20h Culto de quarta-feira 
  • 11/ago – QUI: 19h45 Ensaio Ministério de Louvor 
  • 12/ago – SEX:
  • 13/ago – SÁB: 20h Culto Go
  • 14/ago – DOM: 9h Qualidade de Vida  19h Culto Rede Mulheres / Dia dos pais / Apresentação do coral infantil
  • 15/ago – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 16/ago – TER: 
  • 17/ago – QUA: 20h Culto de quarta-feira 
  • 18/ago – QUI: 19h45 Ensaio Ministério de Louvor 
  • 19/ago – SEX: 19h SUMMIT
  • 20/ago – SÁB: 9h SUMMIT
  • 21/ago – DOM: 9h SUMMIT Não haverá Programa de Qualidade de Vida / 19h Culto Missões
  • 22/ago – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 23/ago – TER:
  • 24/ago – QUA: 20h Culto de quarta-feira 
  • 25/ago – QUI: 19h45 Ensaio Ministério de Louvor 
  • 26/ago – SEX:
  • 27/ago – SÁB: 9h Aula Psicanálise 
  • 28/ago – DOM: 19h Culto Rede de Jovens
  • 29/ago – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 30/ago – TER: 
  • 31/ago – QUA: 20h Culto de quarta-feira

Para ver a agenda completa do semestre clique aqui.

line

Alimento 1×3

A Torá

Para que não tem célula, faça a leitura em família.

Êx 20.1,2 “Então, falou Deus todas estas palavras, dizendo: Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.”

Um dos aspectos mais importantes da experiência dos israelitas no monte Sinai foi o de receberem a lei de Deus através do seu líder, Moisés. A Lei Mosaica (Tora, que significa “ensino”), admite um tríplice divisão:

a) A lei moral, que trata das regras determinadas por Deus para um santo viver (Êx .20.1-17)

b) A lei civil, que trata da vida jurídica e social de Israel como nação (Êx .21.1 — Êx 23.33).

c) A lei cerimonial, que trata da forma e do ritual da adoração ao Senhor por Israel, inclusive o sistema sacrificial (Êx .24.12 — Êx 31.18).

Note os seguintes fatos no tocante à natureza e à função da lei no Antigo Testamento:

1) A lei foi dada por Deus em virtude do concerto que Ele fez com o seu povo. Ela expunha as condições do concerto a que o povo devia obedecer por lealdade ao Senhor Deus, a quem eles pertenciam. Os israelitas aceitaram formalmente essas obrigações do concerto (Êx .24.1-8).

2) A obediência de Israel à lei devia fundamentar-se na misericórdia redentora de Deus e na sua libertação do povo (Êx .19.4).

3) A lei revelava a vontade de Deus quanto a conduta do seu povo (Êx 19.4-6; Êx 20.1-17; 21.1— Êx 24.8) e prescrevia os sacrifícios de sangue para a expiação pelos seus pecados (Lv 1.5; Êx 16.33).

A lei não foi dada como um meio de salvação para os perdidos. Ela foi destinada aos que já tinham um relacionamento de salvação com Deus (Êx 20.2). Antes, pela lei Deus ensinou ao seu povo como andar em retidão diante Dele como seu Redentor, e igualmente diante do seu próximo.

Os israelitas deviam obedecer à lei mediante a graça de Deus a fim de perseverarem na fé e cultuarem também por fé, ao Senhor (Dt 28.1,2; Êx 30.15-20).

4) Tanto no AT quanto no NT, a total confiança em Deus e na sua Palavra (Gn 15.6), e o amor sincero a Ele (Dt 6.5), formaram o fundamento para a guarda dos seus mandamentos. Israel fracassou exatamente nesse ponto, pois constantemente aquele povo não fazia da fé em Deus, do amor para com Ele de todo o coração e do propósito de andar nos seus caminhos, o motivo de cumprirem a sua lei. Paulo declara que Israel não alcançou a justiça que a lei previa, porque “não foi pela fé” que a buscavam (Rm 9.32).

Perguntas:

1. É importante saber que as leis estavam escritas numa placa de pedra fria que só trazia o ensino, sobre a vontade de Deus. Mas quem tomava o conhecimento, trazia em seu ser uma natureza caída totalmente contrária à vontade de Deus, pois eles não tinham o Espírito Santo como nós temos hoje. Você acha que conseguiria fazer a vontade de Deus sem a ajuda do Espírito Santo?

2. Qual é o seu nível de obediência? Você se sente ainda um tanto rebelde?

3. Você deseja viver para agradar a Deus? Mas o que acha que está faltando?

line

O que é o Dia Internacional contra o Tráfico de Pessoas?

Entenda como o tráfico humano afeta cristãos perseguidos

Mulheres e crianças cristãs são as mais impactadas pelo tráfico de pessoasMulheres e crianças cristãs são as mais impactadas pelo tráfico de pessoas

Em 2013, a Organização das Nações Unidas escolheu 30 de julho como Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas. A data permite a conscientização sobre a gravidade e a persistência desse crime em vários países e a defesa dos direitos das vítimas.

O tráfico de pessoas acontece quando pessoas são recrutadas e transportadas involuntariamente e são subjugadas por um criminoso ou quadrilha que abusa das vítimas de diversas maneiras e pode ter vantagens econômicas por isso. O objetivo desse crime pode ser a exploração sexual (50% dos casos), conseguir mão de obra para trabalhos forçados (38%) e até para casamentos forçados (1%), segundo o relatório da UNODC (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime).

As quadrilhas procuram pessoas vulneráveis, geralmente mulheres e crianças. Países em conflito, com fronteiras frágeis e acampamentos de refugiados também são alvos dos criminosos por causa da menor vigilância e dos deslocamentos frequentes (muitas crianças se perdem nas fugas).

Como isso afeta os cristãos?

Muitas cristãs deixam a Venezuela por causa da crise econômica e se tornam alvos dos traficantes, principalmente para exploração sexual. Por causa da fé delas, os criminosos consideram que elas são “mais puras” e por isso valeriam mais dinheiro, mostrando a dupla vulnerabilidade: são alvos por serem mulheres e também porque são cristãs.

No México, denúncias recentes mostram que o crime organizado também é conhecido por traficar pessoas e afeta muitas famílias cristãs que veem seus parentes desaparecerem repentinamente.

As meninas são as mais vulneráveis no Paquistão. Centenas de jovens cristãs são sequestradas, traficadas e forçadas a se casar. Nesses casos, as meninas ficam subjugadas às decisões e à fé do marido, uma forma de pressionar as minorias cristãs. O trabalho forçado e a prostituição são os outros dois espaços ocupados pelas meninas traficadas.

A realidade do tráfico de pessoas também afeta cristãs na Coreia do Norte, segundo o relatório de 2022 feito pela Portas Abertas sobre o país. Há mais de 10 mil cristãs em campos de trabalho forçado por causa da fé, em que muitas sofrem abusos e quando conseguem fugir acabam sendo vítimas do tráfico, sobretudo quando fogem para a China.

Sook-ja (pseudônimo) foi uma das vítimas do tráfico de pessoas na Coreia do Norte. Ela vivia deprimida com as lembranças das ameaças e abusos. Mas, desde que começou a participar de um grupo de estudos bíblicos da igreja clandestina, ela descobriu a esperança em Jesus e encontrou forças para recomeçar. O marido de Sook-ja não gostava do grupo inicialmente, mas quando viu como ela ficou feliz e animada, mudou de ideia e tem testemunhado a mudança que Jesus fez na vida da esposa.

Os dados acima foram baseados nas pesquisas sobre os países e regiões citadas feitas pela Portas Abertas para a Lista Mundial da Perseguição 2022.

Ajuda para quem mais precisa

Além do tráfico de pessoas, cristãos perseguidos enfrentam outros tipos de violações dos direitos humanos. A Portas Abertas envia alimentos, organiza seminários de cuidados pós-trauma, entre outras medidas para socorrê-los. Sua doação ajuda a suprir as necessidades urgentes dos irmãos na fé.

Fonte: Portas Abertas

line

Observações importantes ao comparecimento ao templo durante a ainda presente pandemia de COVID19:

  • Ao entrar no templo higienize suas mãos com álcool 70%;
  • Não desloque as cadeiras dos lugares pré-estabelecidos;
  • Não será excedido o limite máximo de ocupação de irmãos previamente estabelecido;
  • Não haverá boletim de papel, somente na versão digital.

line

Para baixar o Programa de Qualidade de Vida deste domingo ou dos domingos passados, clique aqui.

Texto (Alimento 1x3) - Pr. Paulo Pereira / Revisão: Mônica Pinheiro / Pesquisa e edição: Orlando Neto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s