Informativo Amai-vos #118

Agenda de Julho/Agosto de 2022

  • 10/jul – DOM: 9h Qualidade de Vida / 11h Almoço promovido pelos jovens / 19h Culto Rede Mulheres
  • 11/jul – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 12/jul – TER: 
  • 13/jul – QUA: 20h Culto de quarta-feira
  • 14/jul – QUI: 19h45 Ensaio Ministério de Louvor 
  • 15/jul – SEX:  
  • 16/jul – SÁB:
  • 17/jul – DOM: 19h Culto Missões
  • 18/jul – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 19/jul – TER: 
  • 20/jul – QUA: 20h Culto de quarta-feira 
  • 21/jul – QUI: 19h45 Ensaio Ministério de Louvor 
  • 22/jul – SEX: 
  • 23/jul – SÁB: 9h Aula Psicanálise
  • 24/jul – DOM: 19h Culto Rede de Jovens
  • 25/jul – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 26/jul – TER: 
  • 27/jul – QUA: 20h Culto de quarta-feira 
  • 28/jul – QUI: TEMPLO FECHADO PARA DEDETIZAÇÃO (DIA INTEIRO)
  • 29/jul – SEX: TEMPLO FECHADO PARA DEDETIZAÇÃO (DIA INTEIRO)
  • 30/jul – SÁB: TEMPLO FECHADO PARA DEDETIZAÇÃO (DIA INTEIRO)
  • 31/jul – DOM: TEMPLO FECHADO PARA DEDETIZAÇÃO (ATÉ AS 18H – Não haverá Qualidade de Vida) / 19h Culto de Louvor
  • 01/ago – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 02/ago – TER:
  • 03/ago – QUA: 20h Culto de quarta-feira 
  • 04/ago – QUI: 19h45 Ensaio Ministério de Louvor 
  • 05/ago – SEX:
  • 06/ago – SÁB:
  • 07/ago – DOM: 9h Qualidade de Vida / 19h Culto Rede Homens
  • 08/ago – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 09/ago – TER:
  • 10/ago – QUA: 20h Culto de quarta-feira 
  • 11/ago – QUI: 19h45 Ensaio Ministério de Louvor 
  • 12/ago – SEX:
  • 13/ago – SÁB: 20h Culto Go
  • 14/ago – DOM: 9h Qualidade de Vida  19h Culto Rede Mulheres / Dia dos pais / Apresentação do coral infantil
  • 15/ago – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 16/ago – TER: 
  • 17/ago – QUA: 20h Culto de quarta-feira 
  • 18/ago – QUI: 19h45 Ensaio Ministério de Louvor 
  • 19/ago – SEX: 19h SUMMIT
  • 20/ago – SÁB: 9h SUMMIT
  • 21/ago – DOM: 9h SUMMIT Não haverá Programa de Qualidade de Vida / 19h Culto Missões
  • 22/ago – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 23/ago – TER:
  • 24/ago – QUA: 20h Culto de quarta-feira 
  • 25/ago – QUI: 19h45 Ensaio Ministério de Louvor 
  • 26/ago – SEX:
  • 27/ago – SÁB: 9h Aula Psicanálise 
  • 28/ago – DOM: 19h Culto Rede de Jovens
  • 29/ago – SEG: 19h45 Aula de canto
  • 30/ago – TER: 
  • 31/ago – QUA: 20h Culto de quarta-feira

Para ver a agenda completa do semestre clique aqui.

line

Alimento 1×3

A morte do justo e suas promessas

O arrebatamento

Ap.21.4 ao 8 – E Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, porque já as primeiras coisas são passadas.

E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve, porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.

E disse-me mais: Está cumprido; Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.

Quem vencer herdará todas as coisas, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.

Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte.

Estarão livres de todas as aflições (2Co 5.2,4; Fp 3.21), de toda perseguição e opressão (Ap 3.10), de todo domínio do pecado e da morte (1Co 15.51-56); o arrebatamento os livra da “ira futura”, ou seja: da grande tribulação.

A esperança de que nosso Salvador logo voltará para nos tirar do mundo, a fim de estarmos “sempre com o Senhor”, é a bem-aventurada esperança de todos os redimidos (Tt 2.13). É fonte principal de consolo para os crentes que sofrem.

Paulo emprega o pronome “nós” por saber que a volta do Senhor poderia acontecer naquele período, e comunica aos tessalonicenses essa mesma esperança. A Bíblia insiste que anelemos e esperemos contínua e confiadamente a volta do nosso Senhor (Rm 13.11; 1Co 15.51,52; Ap 22.12,20).

Quem está na igreja, mas não abandona o pecado e o mal, sendo assim infiel a Cristo, será deixado aqui, no arrebatamento (Mt 25.1; Lc 12.45). Esses tais ficarão neste mundo e farão parte da igreja apóstata (Ap 17.1), sujeitos à ira de Deus.

Após o arrebatamento, virá o Dia do Senhor, um tempo de sofrimento e ira sobre os ímpios. Seguir-se-á a segunda fase da vinda de Cristo, quando, então, Ele virá para julgar os ímpios e reinar sobre a Terra (Mt 24.42,44).

Obs. A advertência de Cristo aos seus discípulos, para que estejam sempre aguardando a sua vinda, por não saberem quando ela se dará, cremos ser uma referência à volta de Cristo, vindo do céu, para tirar do mundo os santos da Igreja, i.e., o arrebatamento (Jo 14.3).

1. Jesus afirma claramente que a sua vinda para levar os santos antes da tribulação será numa ocasião inesperada. Ele não somente declara que eles não sabem a hora, mas também que Ele voltará “à hora em que não pensais”. Isto indica claramente que haverá surpresa, espanto, e que os fiéis não saberão o momento certo da sua vinda. Assim sendo, para os santos da igreja, Jesus virá num momento inesperado. Isto claramente fala de surpresa, pasmo e rapidez nesta específica fase da vinda de Cristo. Este evento é chamado de “primeira fase da segunda vinda de Cristo.”

2. Quanto à vinda de Cristo com poder e grande glória, para julgar o mundo depois da tribulação (Ap 19.11-21), ela será aguardada e prevista (Lc 21.28). O cumprimento dos eventos e sinais durante a tribulação suscitará nos santos a certeza e a expectativa da ocasião da volta de Cristo, ao passo que os santos da igreja dos dias atuais terão surpresa por ocasião do seu arrebatamento (Jo 14.3). A vinda de Cristo depois da tribulação é comumente chamada de “a segunda fase da vinda de Cristo.”

Perguntas:

  1. Você questiona dentro de si mesmo se está salvo ou não?
  2. Você já pensou na hipótese de Jesus voltar e você ficar?
  3. O que você acha que vai encontrar no céu?
line

Cinco anos da libertação de Mossul

Cristãos na grande metrópole iraquiana se recuperam dos danos causados pelo Estado Islâmico

A doação de parceiros tem ajudado no recomeço de centenas de famíliasA doação de parceiros tem ajudado no recomeço de centenas de famílias

Hoje comemoramos cinco anos da libertação da cidade de Mossul, no Iraque. Depois de três anos sob domínio do Estado Islâmico, com a ajuda da Turquia, o governo iraquiano conseguiu retomar a cidade em 2017. 

Houve mais de um milhão de deslocados internos e vítimas fatais do conflito. As marcas na mente e nas ruínas ainda são visíveis na cidade. A metrópole se localiza onde ficava Nínive e foi visitada por profetas relevantes para o cristianismo, como Jonas. Mossul tinha um significado importante para os extremistas também, como centro de poder. Por isso a libertação da cidade significa a diminuição do poder deles no Iraque. 

Apesar dos desafios, a esperança aumenta um pouco a cada dia. E muito se deve às doações dos parceiros da Portas Abertas que têm permitido a reconstrução de casas, igrejas e outros locais, e também o cuidado dos traumas dos muitos cristãos afetados pelo conflito. 

A campanha “Esperança para o Oriente Médio” chega ao sétimo ano e foi uma das formas de apoio aos cristãos iraquianos. Pouco depois do começo da campanha, em 2016, a região ocupada pelo Estado Islâmico foi libertada. Shefa (pseudônimo), diretora do projeto no Iraque, ao pensar nos últimos anos, louva a Deus por sua bondade e pela igreja do mundo todo que apoiou cristãos iraquianos nessa crise.

Mais do que pedimos ou pensamos  

Shefa disse: “Quando visitei as vilas cristãs pouco depois da libertação, fiquei chocada com o cheiro de morte e o cenário de destruição. Não ficou pedra sobre pedra. Isso mostrou a profundidade do sentimento anticristão que os extremistas tinham. Na época, eu duvidava que a vida voltaria um dia a ser como era antes, mas quando visito vilas cristãs hoje, eu vejo um cenário diferente. Vejo a cruz de nosso Senhor Jesus em todo lugar, declarando que ele está vivo nos céus”. 

Onde havia apenas destruição, Shefa testemunha o recomeço de muitos cristãos. “Não foi uma caminhada fácil, mas o Senhor nos deu muito mais do que pedimos ou pensamos. Continuamos a reconstruir o que perdemos.” Durante o processo de restauração, um dos líderes da igreja iraquiana disse: “Cristãos têm que carregar sua cruz todos os dias. Cristo não prometeu uma vida fácil, mas prometeu que venceríamos o mundo”. 

Centros de Esperança 

As igrejas históricas se tornaram Centros de Esperança. Elas foram instrumentos para a reconstrução de mais de 2 mil casas e implantação de mais de 250 negócios possibilitados por microcréditos, ajudando cristãos iraquianos a voltar para casa e refazer a vida e os negócios. Além disso, líderes cristãos foram encorajados pela oração e puderam participar de estudos bíblicos e de seminários. “A vida de homens e mulheres mudaram conforme conheciam e se relacionavam com o Senhor. Durante o estudo do livro de Salmos com um jovem, ele disse que foi a primeira vez que ele percebeu que podia chamar Deus de ‘pai’. Os olhos dele se encheram de lágrimas quando disse isso”. 

“O suporte das igrejas do mundo todo foi incrível. Não conseguimos expressar o quanto agradecemos pela ajuda. Esperamos que possamos continuar contando com seu apoio conforme reconstruímos nossa comunidade e tratamos as feridas. O que a guerra levou em um minuto, leva anos para ser reconstruído. Não terminamos essa jornada ainda. Nós vimos o Senhor intervindo aqui no Iraque e aguardamos animados o que ele reserva para o nosso futuro”, conclui Shefa.  

Fortaleça igrejas históricas 

As igrejas históricas foram importantes no início do cristianismo e ainda hoje são testemunhos do amor de Deus no Oriente Médio. Sua doação ajuda a manter essas igrejas vivas, pois elas estão prestes a desaparecer. 

Pedidos de oração 

  • No Dia da Libertação de Mossul, clame pela paz de Deus sobre o Iraque. Peça que o amor de Jesus inunde todos os corações.  
  • Interceda pelos cristãos que precisaram deixar as casas e ir para campos de deslocados internos para manter a própria segurança. Que sejam sustentados em todas as necessidades e que a presença de Deus seja visível entre eles. 
  • Ore pelos projetos de reconstrução. Que haja sabedoria e não faltem os recursos para que as vítimas recomecem avida com a graça de Deus. 

Fonte: Portas Abertas

line

Observações importantes ao comparecimento ao templo durante a ainda presente pandemia de COVID19:

  • Ao entrar no templo higienize suas mãos com álcool 70%;
  • Não desloque as cadeiras dos lugares pré-estabelecidos;
  • Não será excedido o limite máximo de ocupação de irmãos previamente estabelecido;
  • Não haverá boletim de papel, somente na versão digital.

line

Para baixar o Programa de Qualidade de Vida deste domingo ou dos domingos passados, clique aqui.

Texto (Alimento 1x3) - Pr. Paulo Pereira / Revisão: Mônica Pinheiro / Pesquisa e edição: Orlando Neto

1 comentário

  1. Glórias a Deus. Eu creio na volta de Jesus nosso Salvador e todos os dias peço perdão por meus pecados pois não sei o dia e a hora de seu retorno. Viver em Cristo e com Cristo não é fácil para mim, tento matar a vontade da carne e quando encerro o dia sem encontrar “nada” que tenha aborrecido o Espírito Santo, é um dia extremamente significativo para mim. Aleluias Senhor. Tenha misericórdia de mim.
    Amém.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s