Informativo Amai-vos #99

Alimento 1×3

O mordomo

1. Jesus disse aos seus discípulos: “O administrador de um homem rico foi acusado de estar desperdiçando os seus bens.2. Então ele o chamou e lhe perguntou: ‘Que é isso que estou ouvindo a seu respeito? Preste contas da sua administração, porque você não pode continuar sendo o administrador’. 3. “O administrador disse a si mesmo: ‘Meu senhor está me despedindo. Que farei? Para cavar não tenho força, e tenho vergonha de mendigar… 4. Já sei o que vou fazer para que, quando perder o meu emprego aqui, as pessoas me recebam em suas casas’. 5. “Então chamou cada um dos devedores do seu senhor. Perguntou ao primeiro: ‘Quanto você deve ao meu senhor? ’ 6. ‘Cem potes de azeite’, respondeu ele. “O administrador lhe disse: ‘Tome a sua conta, sente-se depressa e escreva cinqüenta’. 7. “A seguir ele perguntou ao segundo: ‘E você, quanto deve? ’ ‘Cem tonéis de trigo’, respondeu ele. “Ele lhe disse: ‘Tome a sua conta e escreva oitenta’. 8. “O senhor elogiou o administrador desonesto, porque agiu astutamente. Pois os filhos deste mundo são mais astutos no trato entre si do que os filhos da luz. 9. Por isso, eu lhes digo: usem a riqueza deste mundo ímpio para ganhar amigos, de forma que, quando ela acabar, estes os recebam nas moradas eternas. 10. “Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito. 11. Assim, se vocês não forem dignos de confiança em lidar com as riquezas deste mundo ímpio, quem lhes confiará as verdadeiras riquezas? 12. E se vocês não forem dignos de confiança em relação ao que é dos outros, quem lhes dará o que é de vocês? 13. “Nenhum servo pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará ao outro, ou se dedicará a um e desprezará ao outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro”. 14. Os fariseus, que amavam o dinheiro, ouviam tudo isso e zombavam de Jesus. 15. Ele lhes disse: “Vocês são os que se justificam a si mesmos aos olhos dos homens, mas Deus conhece os corações de vocês. Aquilo que tem muito valor entre os homens é detestável aos olhos de Deus”. Lucas 16:1-15

Cristo usa esta ilustração para ensinar que os incrédulos têm muito interesse nas coisas materiais, a fim promover seus próprios interesses e bem-estar. Por outro lado, os crentes frequentemente não têm mentalidade celestial suficiente para usar os seus bens terrenos na promoção dos seus interesses espirituais e celestiais.

A injustiça, a cobiça e o poder estão comumente envolvidos na acumulação e uso das riquezas deste mundo.

Devemos empregar nossos bens e dinheiro também para promover os interesses de Deus e a salvação do próximo, pois o dinheiro que possuímos, pertence ao Senhor. Somos apenas mordomos, pois temos o compromisso de dizimar e ofertar ao Senhor voluntariamente e de forma apaixonada, a fim de ajudar aos órfãos, viúvas e necessitados.

Quem não é digno de confiança na aquisição e emprego dos bens terrestres, tampouco o será com as coisas espirituais. Por isso, os crentes e, especialmente, os líderes da igreja, devem estar libertos do amor ao dinheiro (1 Tm 3.1-3).
As riquezas do mundo tornam muito difícil a alguns terem Deus como o centro da sua vida.

Os fariseus consideravam as riquezas como uma bênção divina, derivada da sua observância fiel da lei. Zombavam de Jesus, que era pobre, porque consideravam que a sua pobreza era um sinal de que Deus não o honrava.
Precisamos honrar a Deus com tudo o que possuímos, pois cada centavo gasto deve glorificar a Deus:
• Quando mantemos nossa casa abastecida glorificamos a Deus, pois os filhos e a esposa podem desfrutar de conforto e segurança, que serão atribuídos ao reconhecimento da provisão de Deus.
• Assim como a educação dos filhos.
• E também na saúde da família.
• E cuidar bem da esposa.

Ou seja, tudo o que providenciamos para nossa família, glorifica ao Senhor. Mas devemos também procurar nos envolver com obras sociais (por exemplo, o projeto dracma), onde o nome de Deus será glorificado, e ainda na própria construção da igreja.

Esta parábola apresenta várias interpretações, mas o que está claro é que ela não deve ser usada como um modelo para o gerenciamento bancário e de contas! Em vez disso, devemos ver como o gerente usou a riqueza do mundo para fazer amigos e melhorar a sua situação, ao invés de ser um escravo da própria riqueza. Pois devemos usar as riquezas do mundo, e não sermos usados por ela.

No entanto, a reação do administrador para a sua possível demissão não apaga o fato de que ele ia ser demitido por causa da má gestão das suas responsabilidades.

Também devemos ter a certeza de sermos fiéis na execução de todas as tarefas que nos são dadas: seja no trabalho, em casa ou na igreja, porque em todas elas representamos o nosso Deus.

Perguntas:

  1. O que o dinheiro representa para você?
  2. Onde está o seu coração?
  3. Você sabe administrar o seu dinheiro?
line

Seminário cristão é atacado em Burkina Faso

As autoridades suspeitam que o incidente foi provocado por jihadistas

Dormitório e outros cômodos ficaram totalmente queimadosDormitório e outros cômodos ficaram totalmente queimados

O seminário Saint Kisito de Bougui, localizado na região leste de Burkina Faso, foi atacado na noite da última quinta-feira (10). Homens suspeitos de integrarem um grupo radical invadiram o local e atearam fogo em dormitórios, salas de aula e um veículo. Eles ainda roubaram outro carro, pertencente a um líder cristão, durante a fuga. 

No local onde funciona o seminário moram sete professores e 146 seminaristas, mas ninguém foi ferido. Devido à semelhança com os ataques jihadistas anteriores, a suspeita é de que o incidente tenha sido promovido pelo mesmo grupo, aproveitando-se da atual situação política em Burkina Faso. 

Os ataques contra os cristãos são cada vez mais comuns no território e foi um dos fatores que colocou a Burkina Faso em 32º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2022

Situação política do país

Saint Kisito de Bougui fica a cerca de oito quilômetros a leste de Fada Ngourma, uma importante cidade comercial no Leste de Burkina Faso e 220 km a leste da capital Ouagadougou, onde o então presidente Roch Kabore foi detido por militares em 25 de janeiro.  

Os militares tomaram o poder de Roch Kabore citando a deterioração da segurança, a incapacidade do presidente de unir a nação e uma resposta ineficaz a desafios como a insurgência islâmica. O tenente-coronel Paul-Henri Sandaogo Damiba foi nomeado “presidente de Burkina Faso, chefe de Estado e líder supremo das Forças Armadas”.
 
O golpe contra o Estado é a mais recente turbiulência a atingir Burkina Faso, que sofre com instabilidade desde a independência da França, em 1960. O país está localizado em uma região onde grupos islâmicos têm uma enorme e crescente influência. A sharia (conjunto de leis islâmicas) é informalmente implantada principalmente na região leste do país.

Pedidos de oração 

  • Interceda pelos professores e alunos no seminário Saint Kisito de Bougui, que eles sejam confortados pelo amor de Deus e tenham coragem de continuar os estudos e trabalho.  
  • Clame por Burkina Faso, para que o novo governo do país tenha sabedoria em liderar e tomar decisões de acordo com a vontade de Deus. 
  • Ore para que todas as decisões, leis e decretos que serão feitos contribuam com a liberdade religiosa e protejam todos os cidadãos.
  • Peça pelos cristãos deslocados, para que o Senhor os ajude a permanecer firmes na fé nestes tempos difíceis.
  • Interceda também pelos não cristãos, para que tenham um encontro com Jesus. 

Fonte: Portas Abertas

line

Observações importantes ao comparecimento ao templo durante a ainda presente pandemia de COVID21:

  • Ao entrar no templo higienize suas mãos com álcool 70%;
  • É obrigatório o uso de máscara de proteção durante todo o culto;
  • Não desloque as cadeiras dos lugares pré-estabelecidos;
  • Não abrace ou cumprimente o seu irmão com contato físico;
  • Não transite ou utilize os banheiros a não ser que seja realmente necessário;
  • Janelas e portas deverão ser mantidas abertas durante toda a celebração;
  • Não será excedido o limite máximo de ocupação de irmãos previamente estabelecido;
  • Aconselhamos aos maiores de 60 anos, menores de 12 anos e portadores de doenças crônicas a permanecerem em casa e priorizar o culto online;
  • Não haverá cantina;
  • Não haverá boletim de papel, somente na versão digital;
  • Ofertas serão entregues na saída do culto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s