BOLETIM INFORMATIVO

Vou pro culto!

Reserve no link abaixo o seu lugar e o de sua família no culto dominical das 19 horas.

VOU PRO CULTO

Observações importantes:

  • A entrada no templo será feita exclusivamente pela ESCADA e a saída exclusivamente pela RAMPA;
  • Ao entrar no templo higienize suas mãos com álcool 70%;
  • É obrigatório o uso de máscara de proteção durante todo o culto;
  • Não desloque as cadeiras dos lugares pré-estabelecidos;
  • Não abrace ou cumprimente o seu irmão com contato físico;
  • Não transite ou utilize os banheiros a não ser que seja realmente necessário;
  • Não haverá água nos bebedouros ou jarras;
  • Janelas e portas deverão ser mantidas abertas durante toda a celebração;
  • Não compartilhe microfones ou instrumentos musicais;
  • Não será excedido o limite máximo de ocupação de irmãos previamente estabelecido;
  • Aconselhamos aos maiores de 60 anos, menores de 12 anos e portadores de doenças crônicas a permanecerem em casa e priorizar o culto online;
  • Não haverá cantina;
  • Não haverá boletim de papel, somente na versão digital;
  • Não haverá salinha para crianças que eventualmente comparecerem ao culto e elas deverão permanecer sentadas nas cadeiras respeitando o distanciamento de um metro e meio do irmão mais próximo;
  • Ofertas serão entregues na saída do culto em envelope fornecido no ato da entrada.

line

Palavra Pastoral

Cuidado com a injustiça!

“Não sabeis que os injustos não hão de herdar o Reino de Deus?” — 1Co.6.9

As Obras da Carne e suas consequências na vida do Homem

Alguns habitantes de Corinto enganaram-se a ponto de crer que, se perdessem a comunhão com Cristo, negassem-no e vivessem na imoralidade e na injustiça, ainda assim sua salvação e sua herança no reino de Deus continuariam seguras. Paulo, no entanto, declara que a consequência inevitável do pecado habitual é a morte espiritual, até mesmo para o cristão (Rm. 8.13).

Ninguém poderá viver na imoralidade e ao mesmo tempo herdar o reino de Deus (Rm. 6.16; Tg. 1.15;  1 Jo. 2.4). O apóstolo Paulo repete muitas vezes esse ensino fundamental (Gl. 5.21e Ef. 5.5,6). Note-se também que os profetas do Antigo Testamento continuamente declaravam este princípio (ver Jr. 8.7; 23.17; Ez. 13.10 ).

A advertência de Paulo é para todos os cristãos. Não nos enganemos, pois “os injustos não hão de herdar o Reino de Deus”. A salvação sem a obra regeneradora e santificadora do Espírito Santo não tem lugar na Palavra de Deus.

As palavras finais de Paulo sobre as obras da carne são severas e enérgicas: quem se diz crente em Jesus e participa dessas atividades iníquas, exclui-se do reino de Deus e não terá salvação (Gl. 5.21; 1Co. 6.9).

Em contraste com as obras da carne, temos o modo de viver íntegro e honesto que a Bíblia chama de “o fruto do Espírito”. Esta maneira de viver se realiza no crente, à medida que ele permite que o Espírito dirija e influencie a sua vida de tal maneira que este (o crente) subjugue o poder do pecado, especialmente as obras da carne, e ande em comunhão com Deus (Rm. 8.5-14; 8.14; 2Co. 6.6; Ef. 4.2,3; 5.9; Cl. 3.12-15; 2Pe. 1.4-9).

Paulo descreve duas classes de pessoas: as que vivem segundo a carne, e as que vivem segundo o Espírito. Viver “segundo a carne” (“carne”, aqui, é o elemento pecaminoso da natureza humana), é desejar e satisfazer os desejos corrompidos da natureza humana pecaminosa; ter prazer e ocupar-se com eles. Trata-se não somente da fornicação, do adultério, do ódio, da ambição egoísta, de crises de raiva, etc. (Gl. 5.19-21), mas também da obscenidade, de ser viciado em pornografia, em drogas, e do prazer mental e emocional das cenas de sexo, em peças teatrais, livros, vídeos, cinema e tudo o mais que tenha esse foco.

Viver “segundo o Espírito”, é buscar a orientação e a capacitação do Espírito Santo, submeter-nos a elas e concentrar nossa atenção nas coisas de Deus. É estar sempre consciente de que estamos na presença de Deus, e Nele confiarmos para que nos assista e nos conceda a graça de que carecemos, para que a Sua vontade se realize em nós e também através de nós.

É impossível obedecer à carne e ao Espírito ao mesmo tempo. Se alguém deixa de resistir aos seus desejos pecaminosos e, pelo contrário, passa a viver segundo a carne, torna-se inimigo de Deus, e a morte espiritual e eterna o aguarda. Aqueles cujo amor e solicitude estão prioritariamente fixados nas coisas de Deus, podem esperar a vida eterna e a comunhão com Ele, pelo poder do Espírito Santo.

Perguntas:

1) O que você acha do crente que mantem um pé no mundo?

2) Você acha que a vida do Cristão é como a de qualquer outra pessoa?

3) Você se sente filho de Deus, e sente aversão ao pecado?

line

Feliz aniversário

01/out – Bianca Donato

06/out – Ana Carolina Vidal

12/out – Alessandro Pinto Tavares

13/out – Gilda Branco

19/out – Thaian Carvalho

21/out – Natali  Felizardo

27/out – Divaldo da Costa

28/out – Karla Sany Heil

line

Bíblia diária

2ª feira – Hb. 04, 05, 06

3ª feira – Hb. 07, 08, 09

4ª feira – Hb. 10, 11, 12, 13

5ª feira – Tg. 01, 02, 03

6ª feira – Tg. 04, 05

Sábado – 1Pe. 01, 02

Domingo – 1Pe. 03, 04, 05

Período atual: Quinquagésima quarta semana

line

Missões e o mundo

Aldeias cristãs curdas são abandonadas no Iraque

A população fugiu em razão dos constantes ataques do governo turco na região

Hoje comemora-se o Dia da Independência do Iraque, ocasião em que o país se tornou autônomo da Grã-Bretanha, em 1932. Atualmente, o território é dividido em duas partes: ao norte liderado pelo Governo Regional Curdo (KRG, da sigla em inglês), com sede em Erbil, e o restante do país é dirigido por árabes, com sede em Bagdá.

A população curda é estimada entre 25 e 35 milhões de pessoas, e a maioria é muçulmana. Por isso, os cristãos que vivem nessas áreas enfrentam forte perseguição, como o desfavorecimento na hora de encontrar empregos e registrar organizações cristãs. Além disso, as propriedades dos seguidores de Jesus são tomadas e, quando vendidas, valem apenas 60% do preço.

Desde o início de 2020, cerca de cinco aldeias cristãs do Curdistão iraquiano foram abandonadas por causa de bombardeios turcos. Em junho, a Turquia começou a trabalhar para expulsar militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão  (PKK) da fronteira com o Iraque. Segundo as autoridades turcas, o PKK faz ataques aéreos ao território vizinho de maneira mais violenta e abrangente.

O pastor Samir Youssef contou ao AsiaNews que a violência na região tem crescido e feito vítimas: “No último mês, muitas pessoas morreram, só porque estavam perto de áreas controladas pelo PKK. Em alguns casos, os bombardeios também atingiram as casas da população civil”. O líder cristão Emanuel Youkhana completou durante entrevista ao Catholic News Service: “O bombardeio danificou propriedades, casas e incendiou campos, enquanto os cristãos fugiram mais uma vez”.

Pedidos de oração

  • No Dia da Independência do Iraque, peça que a paz de Cristo inunde o território por meio da ação dos cristãos locais.
  • Clame pelos cristãos deslocados que estão em busca de um lugar seguro para viver. Que eles sejam protegidos de todo o mal.
  • Ore para que as autoridades iraquianas e turcas entrem em acordo, e beneficiem a população com ações que resultem em paz, justiça e liberdade.

Reconstrução no Iraque
A reconstrução de casas é a primeira coisa necessária para possibilitar a volta de cristãos para suas cidades, muitas delas totalmente destruídas por bombardeios e pela ocupação do Estado Islâmico. Ao reconstruir casas e igrejas, o objetivo é fazer com que cristãos retornem para suas cidades, tendo, também, igrejas onde congregar. Com isso, a presença cristã pode ser mantida, levando luz onde há trevas. Ao doar, você possibilita a reconstrução de casas e igrejas no Iraque.

Fonte: Portas Abertas

line

Caráter de Prata Refinada

Vai sentar-se, como o purificador de prata, vigiando com atenção, até que todo o refugo tenha sido queimado. Purificará os levitas, os servos de Deus, e os limpará como se limpa o ouro e a prata. Assim, eles servirão a Deus com corações puros. Ml. 3:3

BORUO 925 Sterling Silver Ring, Cubic Zirconia CZ Eternity Engagement  Wedding Band Ring | Amazon.comA parte de trás de objetos feitos com prata da melhor qualidade em geral traz estampada a palavra “sterling” (esterlina). Você sabe como se originou a palavra “esterlina”?

Segundo Walter de Pinchebek, que viveu por volta do ano 1300, havia na cidade de Hanse, no norte da Alemanha, um estabelecimento mercantil chamado Easterling. Os sócios dessa firma eram reconhecidos como sendo tão íntegros em suas transações, que receberam privilégios especiais no comércio e nos bancos. Os comerciantes da filial inglesa dessa firma obtiveram permissão para cunhar moedas com seu próprio nome. Essas moedas eram cunhadas com a palavra “Easterling”. Compunham-se de 92,2% de prata e menos de 8% de liga (esta última era necessária para evitar que a prata se desgastasse muito rapidamente). Por fim, a palavra Easterling foi encurtada para “sterling” (esterlina) e daí em diante toda prata que atinge essas especificações passou a ser marcada como esterlina.

No verso de hoje, o Senhor é retratado como refinador de metais preciosos. Os refinadores de ouro e prata dos tempos bíblicos são descritos como estando assentados diante de uma fornalha, observando atentamente o processo de purificação, para que nada se perdesse do precioso metal (Is. 1:25). Para que o resultado fosse o melhor, o refinador não aplicava calor de mais nem de menos. Quando o minério chegava ao ponto de fundir-se, a escória era removida sem danificar o precioso metal.

Deus frequentemente usa provas que parecem “ardentes” para refinar o nosso caráter. Como o salmista diz: “Tu nos colocaste no fogo para nos purificar, como se faz com a prata.” Sal. 66:10 (A Bíblia Viva).

“Esterlina” está para a prata assim como “cristão” deve estar para o caráter.