BOLETIM INFORMATIVO

Observações importantes ao comparecimento ao templo durante a ainda presente pandemia de COVID21:

  • Ao entrar no templo higienize suas mãos com álcool 70%;
  • É obrigatório o uso de máscara de proteção durante todo o culto;
  • Não desloque as cadeiras dos lugares pré-estabelecidos;
  • Não abrace ou cumprimente o seu irmão com contato físico;
  • Não transite ou utilize os banheiros a não ser que seja realmente necessário;
  • Janelas e portas deverão ser mantidas abertas durante toda a celebração;
  • Não será excedido o limite máximo de ocupação de irmãos previamente estabelecido;
  • Aconselhamos aos maiores de 60 anos, menores de 12 anos e portadores de doenças crônicas a permanecerem em casa e priorizar o culto online;
  • Não haverá cantina;
  • Não haverá boletim de papel, somente na versão digital;
  • Ofertas serão entregues na saída do culto.

line

Alimento 1×3

O poder do perdão

Lucas 7:36-50 (NVT) – Um dos fariseus convidou Jesus para jantar. Jesus foi à casa dele e tomou lugar à mesa. Quando uma mulher daquela cidade, uma pecadora, soube que ele estava jantando ali, trouxe um frasco de alabastro contendo um perfume caro. Em seguida, ajoelhou-se aos pés de Jesus, chorando. As lágrimas caíram sobre os pés dele, e ela os secou com seu cabelo; e continuou a beijá-los e a derramar perfume sobre eles. Quando o fariseu que havia convidado Jesus viu isso, disse consigo: “Se este homem fosse profeta, saberia que tipo de mulher está tocando nele. Ela é uma pecadora!”. Jesus disse ao fariseu: “Simão, tenho algo a lhe dizer”. “Diga, mestre”, respondeu Simão. Então Jesus lhe contou a seguinte história: “Um homem emprestou dinheiro a duas pessoas: quinhentas moedas de prata a uma delas e cinquenta à outra. Como nenhum dos devedores conseguiu lhe pagar, ele generosamente perdoou ambos e cancelou suas dívidas. Qual deles o amou mais depois disso?”. Simão respondeu: “Suponho que aquele de quem ele perdoou a dívida maior”. “Você está certo”, disse Jesus. Então voltou-se para a mulher e disse a Simão: “Veja esta mulher ajoelhada aqui. Quando entrei em sua casa, você não ofereceu água para eu lavar os pés, mas ela os lavou com suas lágrimas e os secou com seus cabelos. Você não me cumprimentou com um beijo, mas, desde a hora em que entrei, ela não parou de beijar meus pés. Você não me ofereceu óleo para ungir minha cabeça, mas ela ungiu meus pés com um perfume raro. “Eu lhe digo: os pecados dela, que são muitos, foram perdoados e, por isso, ela demonstrou muito amor por mim. Mas a pessoa a quem pouco foi perdoado demonstra pouco amor”. Então Jesus disse à mulher: “Seus pecados estão perdoados”. Os homens que estavam à mesa diziam entre si: “Quem é esse que anda por aí perdoando pecados?” E Jesus disse à mulher: “Sua fé a salvou. Vá em paz.”

É fundamental compreendermos o poder do perdão, pois o perdão promovido por Jesus na cruz, resulta em salvação eterna para a alma dos que crêem Nele. Assim, não podemos comparar esse perdão com o mesmo que recebemos de pessoas que moram conosco na mesma casa ou de alguém a quem ofendemos acidentalmente, pois esse tipo de perdão não traz consequências de cunho eterno. Mas o perdão promovido na Cruz é muito mais poderoso, pois traz resultados para o resto da nossa vida de pecados, já que a recompensa do perdão que vem de Deus nos torna filhos Dele, e somos transportados das trevas para maravilhosa luz do Senhor.

Essa luz também é conhecida como o reino do amor do filho de Deus, pois neste reino toda a atmosfera muda à nossa volta, e passamos a ser assistidos pelo Espírito Santo, sendo guardados por anjos de Deus. Assim, um poderoso milagre começa a envolver todo o nosso ser, e passamos a mudar de mente, pois os nossos valores mudam e nos tornamos pessoas melhores.

A passagem relatada em Lucas 7 também cita a nossa grande responsabilidade de perdoar os outros. Jesus nos adverte que se não perdoarmos nossos irmãos e irmãs de coração, Ele também não nos perdoará! Esse desafio deveria eliminar qualquer argumento contra a falta de perdão.

Então se pergunte: Quem eu preciso perdoar? De quem você tem guardado amargura, raiva ou ressentimento (um cônjuge, uma criança, outra família, amigos ou colegas de trabalho)? Há alguém a quem você precisa pedir perdão? Perante quem você precisa se humilhar e pedir perdão sobre algo que você possa tê-lo injustiçado?
É de extrema importância andar em paz com todos os homens, pois o inimigo da nossa alma sempre usara essas questões para nos prejudicar. Assim como precisamos do perdão, precisamos também perdoar.

Perguntas:

  1. Você tem dificuldade para perdoar?
  2. Qual é o valor do perdão para você?
  3. Você saberia explicar o que é o perdão?
line

Bíblia diária

2ª feira – Filipenses 01, 02, 03, 04

3ª feira – Colossenses 01, 02

4ª feira – Colossenses 03, 04

5ª feira – 1 Tessalonicenses 01, 02, 03

6ª feira – 1 Tessalonicenses 04, 05

Sábado – 2 Tessalonicenses 01, 02, 03

Domingo – Timóteo 01, 02, 03

Período atual: Quinquagésima semana

line

Casal cristão é preso no Laos

Eles foram acusados de realizar um culto durante confinamento

Mesmo após meses, cristãos continuam presos no LaosMesmo após meses, cristãos continuam presos no Laos

O casal Bongyang* e Faxai* foi preso pelas autoridades locais no Norte do Laos por “desobedecer” às medidas para conter a COVID-19 em maio de 2021. O Laos estava em um bloqueio nacional a partir de abril depois que a variante Delta da COVID-19 foi detectada no país. Viajar entre os distritos era proibido e as reuniões sociais eram limitadas apenas a dez pessoas. 

Ansioso para realizar um culto em sua casa, Bongyang pediu permissão a um líder da igreja do distrito, e o líder concordou. O cristão seguiu todos os protocolos de segurança estabelecidos pelo governo, mas alguns dias depois, as autoridades locais prenderam Bongyang e a esposa Faxai por desobedecer às regras de distanciamento da pandemia.  

O parceiro local tem prestado ajuda à família cristã desde que Bongyang foi preso. “O filho do casal está agora com a avó. Estamos ajudando Bongyang discretamente da maneira que podemos. No entanto, devido ao recente bloqueio por conta da pandemia na província, ninguém pode visitá-lo. Também fomos informados de que o cristão é alimentado apenas com arroz e água, sem carne nem vegetais”, compartilhou o parceiro.  

 
*Nomes alterados por segurança. 

 
Pedidos de oração 

  • Clame por autoridades interessadas em resolver o caso dos cristãos e que sejam libertados em breve. 
  • Ore para que eles encontrem paz e descanso em Deus e que sejam fortalecidos na fé.  
  • Interceda pelas pessoas que são movidas para ajudar Bongyang e a família. Ore por provisão, proteção e paz para elas.  

Fonte: Portas Abertas

line

Está Demorando? Seja Paciente!

“Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu”. (Eclesiastes 3:1)

Que bem faria, ao fazendeiro, ficar zangado com sua plantação por demorar mais a produzir as frutas do que ele imaginava que demoraria? Sua raiva de nada adiantaria. Não produziria nenhuma modificação em sua plantação. Ele não tem poder para apressar o amadurecimento das frutas. Da mesma forma que o fazendeiro põe em prática a sua paciência e longanimidade esperando pelo tempo certo da terra produzir o seu fruto, devemos nós esperar pela presença do Senhor.

Nós, seres humanos, somos muito apressados. Não sabemos esperar por nada. Qualquer atraso, seja do que for, nos irrita e tira a nossa paz. Queremos tudo na hora, ou até “para ontem” como muitos dizem. Esquecemos que a paciência é uma virtude, um dom divino, uma maneira de viver muito mais abundantemente.

Quando temos um sonho a realizar, queremos que aconteça na hora por nós determinada. Quando enfrentamos uma dificuldade qualquer, queremos que seja solucionada imediatamente. Não aceitamos nem alguns minutos a mais. Quando oramos pedindo uma bênção, cremos que ela virá no mesmo instante e, caso isso não aconteça, começamos a murmurar pelo descaso e indiferença de Deus.

Mas não deve ser desta forma. Assim como os frutos têm um tempo próprio para crescer e madurar, todas as demais coisas têm seu tempo determinado para acontecer. O nosso Deus é soberano. Ele sabe o tempo certo. Ele tem coisas maravilhosas para nós mas, não é dirigido por nossa vontade.

Se você está esperando com ansiedade uma bênção do Senhor, não desanime. Seja paciente que ela logo chegará.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s