BOLETIM INFORMATIVO

Observações importantes ao comparecimento ao templo durante a ainda presente pandemia de COVID21:

  • Ao entrar no templo higienize suas mãos com álcool 70%;
  • É obrigatório o uso de máscara de proteção durante todo o culto;
  • Não desloque as cadeiras dos lugares pré-estabelecidos;
  • Não abrace ou cumprimente o seu irmão com contato físico;
  • Não transite ou utilize os banheiros a não ser que seja realmente necessário;
  • Janelas e portas deverão ser mantidas abertas durante toda a celebração;
  • Não será excedido o limite máximo de ocupação de irmãos previamente estabelecido;
  • Aconselhamos aos maiores de 60 anos, menores de 12 anos e portadores de doenças crônicas a permanecerem em casa e priorizar o culto online;
  • Não haverá cantina;
  • Não haverá boletim de papel, somente na versão digital;
  • Ofertas serão entregues na saída do culto.

line

Alimento 1×3

Frutos do Espírito (Parte 3)

Fidelidade, Mansidão e Domínio Próprio

A mansidão que provém do Espírito Santo

Fidelidade é ser confiável no relacionamento com Deus e para com os outros. É escolher ser leal à nossa palavra e cumprirmos as nossas promessas. Quem é fiel tem uma constância, que é a devoção, lealdade e firmeza em todas as suas interações. É confiável num mundo que não é. Pessoas fiéis não são desleais, nem tampouco superficiais com seus compromissos.
Obs. Quando nos tornamos confiáveis, promovemos um ambiente de paz e segurança na vida dos que vivem à nossa volta; desta forma, o fruto de nossa fidelidade promoverá “paz” que é uma manifestação da presença do Espírito Santo.

Mansidão é permitir que Deus lide com as outras pessoas de modo que não precisemos resolver os problemas com nossas próprias mãos. Já foi dito que a mansidão é a graça da alma. Mansidão inclui ser calmo, sereno e tranquilo. Ser gentil não significa ser fraco; ao contrário, dá muito trabalho ser manso quando a carne pede o oposto. Pessoas mansas não são rudes nem duras.
Obs.: Precisamos vigiar sobre o tema mansidão, pois uma fala mansa não significa mansidão, já que ela opera no espírito humano. Existem pessoas de fala mansa, mas que por dentro parecem vulcões prestes a explodir – esta é a falsa mansidão construída em meio a falas mansas, mas que produzem ambientes estressados, pois o que está dentro se manifesta do lado de fora.

Aqui está o paradoxo da vida Cristã: Nós precisamos abrir mão do controle de nós mesmos para adquirirmos o domínio próprio.
Domínio próprio é ser capaz de inspecionar-se. É não permitir que as circunstâncias nos façam perder o controle. Quem tem domínio próprio demonstra moderação, autocontrole e disciplina. É escolher, debaixo de muita pressão, ir atrás do que é importante ao invés do que é urgente. Pessoas com domínio próprio apresentam moderação e não são impulsivas.
Obs.: Domínio próprio é conquistar, com a ajuda do Espírito Santo, a capacidade de gerenciar os pensamentos antes de falar e tomar decisões.

Perguntas:

  1. Você é confiável, ou você mente para fugir do confronto? Você é um promotor da paz?
  2. Você tem um vulcão dentro do seu interior?
  3. Você consegue pensar antes de falar?
line

Bíblia diária

2ª feira – Atos 10, 11, 12

3ª feira – Atos 13, 14, 15

4ª feira – Atos 16, 17, 18

5ª feira – Atos 19, 20, 21

6ª feira – Atos 22, 23, 24

Sábado – Atos 25, 26

Domingo – Atos 27

Período atual: Quadragésima sexta semana

line

Onde as crianças são mais perseguidas?

Confira as regiões mais hostis a jovens e crianças cristãos

O ambiente escolar é o principal local onde as crianças cristãs enfrentam perseguiçãoO ambiente escolar é o principal local onde as crianças cristãs enfrentam perseguição

Neste especial do Dia das Crianças, a Portas Abertas está contando sobre a perseguição enfrentada por jovens e crianças cristãos em todo o mundo. O contexto sociocultural e regional também influencia a perseguição de crianças e jovens. Como a principal maneira de perseguição às crianças acontece por meio da educação, você entenderá como a vida estudantil dos jovens é em cada região do mundo. 

Como é a perseguição às crianças na África? 

Na África Subsaariana ocorrem as taxas mais altas de perseguição a jovens e crianças. Os principais tipos de perseguição são violência (sexual, física, psicológica), casamento forçado e sequestro. Grupos extremistas se aproveitam da falta de proteção das comunidades para atacar os mais vulneráveis, como é o caso das crianças. Com as fragilidades trazidas pela pandemia da COVID-19, grupos extremistas exploraram ainda mais as vulnerabilidades de comunidades em todo o continente.  

Os principais tipos de perseguição aos jovens e crianças cristãs na África são violência, casamento forçado e sequestro

Como é a perseguição às crianças na Ásia? 

As autoridades e a maioria religiosa nos países da Ásia são os principais canais de perseguição dos jovens. Crianças cristãs têm as identidades negadas, devido ao registro automático de recém-nascidos como a maioria religiosa do país. Os pais cristãos não têm a opção legal de registrar os filhos como cristãos.  

Isso não é específico para uma religião. Um parceiro em Mianmar diz que “os cristãos são automaticamente retratados como budistas no país. Todos os cristãos ex-muçulmanos são registrados como muçulmanos, então as crianças também são automaticamente registradas como muçulmanas”. Enquanto na Índia, os filhos de pais cristãos são frequentemente registrados como hindus. Na Malásia, há vários casos judiciais em que os pais se divorciaram, o pai voltou às práticas islâmicas, recebendo a custódia das crianças e elas, automaticamente, foram registradas como muçulmanas. 

As crianças na Ásia nascem com a religião predominante do país e têm a identidade cristã negada 

Como é a perseguição às crianças na América Latina? 

Existem apenas dois países da América Latina na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2021Colômbia e México. Portanto, poucas conclusões podem ser tiradas sobre a região apenas a partir desses países. Os dados da pesquisa são provenientes dos 74 países que compõe a Lista Mundial da Perseguição e a Lista de Países em Observação, incluindo seis da América Latina. Grupos criminosos nos países recrutam à força meninos e adolescentes cristãos que, então, enfrentam violência física, psicológica e verbal. Para evitar esse recrutamento, os meninos podem ser forçados a mudar de casa por segurança. 

A perseguição por meio da educação 

O acesso à educação é negado a crianças e jovens cristãos de várias maneiras. Nem todos são dispensados da escola formalmente, em vez disso, o assédio pode ser tão grave que eles são forçados a deixar os estudos. Se um pai perder o emprego por causa da fé, a escola pode se tornar inacessível, e os filhos podem ter que trabalhar. Níveis graves de violência também podem interromper o acesso à educação. 

Duas irmãs no Laos, de 12 e 14 anos, foram intimidadas pelos colegas de classe por serem cristãs e pelo pai ter sido preso por causa da fé. Elas foram chamadas de filhas de Yesu (Jesus). Isso deveria ter sido um rótulo honroso, mas, em vez disso, carregava a certeza da rejeição. Elas decidiram interromper os estudos porque não suportavam mais a exclusão e a violência verbal dos demais estudantes. 

Discriminação e preconceito por meio da educação são ferramentas poderosas de perseguição. Nos países da LMP 2021, 98% das crianças e jovens cristãos enfrentam discriminação e assédio em ambientes educacionais. O preconceito aparece no ensino anticristão, isolando crianças e jovens que seguem o evangelho. Aqueles que têm autoridade dentro dos sistemas de educação podem usar a influência para tornar os cristãos indesejáveis naqueles locais. Isso inclui não só os alunos, mas também professores e líderes escolares.  

Em muitas regiões, as escolas seguem ensinamentos anticristãos e os pequenos são isolados

Na Colômbia, os alunos indígenas recebem uma educação que promove as tradições ancestrais. Essa situação exerce forte pressão sobre famílias cristãs indígenas, especialmente as que moram em áreas distantes e as escolas são a única opção de acesso à educação. Famílias indígenas cristãs lutam contra a situação e, muitas vezes, optam por não enviar os filhos à escola, o que limita as possibilidades futuras. Se eles tentarem acessar a educação em escolas públicas distantes da área indígena, as autoridades recusam a admissão dos cristãos ou os restringem de deixar a área. Para as crianças 

Para comemorar o mês das crianças, elaboramos um guia para as crianças aprenderem um pouco mais sobre a igreja secreta em um formato que seja acessível aos pequenos. O especial “A experiência da igreja secreta” é um roteiro de atividades para eles entenderem um pouco melhor como é a vida dos cristãos secretos. Os conteúdos podem ser feitos com os pais em casa ou professores de ministério infantil, em aulas presenciais ou online. Baixe agora e fale da Igreja Perseguida com as crianças da família ou igreja.  

Fonte: Portas Abertas

line

Calma Na Hora Da Tormenta

“Eis que Deus é a minha salvação; eu confiarei e não temerei porque o Senhor, sim o Senhor é a minha força e o meu cântico; e se tornou a minha salvação”. (Isaías 12:2)

Mãos, asiático, mulher idosa, agarra, dela, mão, ligado, colo par, de, idoso,  mãos enrugadas, em, oração | Foto Premium

Uma senhora idosa saiu de Buffalo, em um navio, para visitar uma filha que morava em Cleveland. Durante o percurso, uma forte tempestade os atingiu e muitos passageiros, temendo a morte, se reuniram em oração. Apenas a senhora idosa parecia indiferente à situação quando se assentou para orar junto aos demais. Depois que a tempestade passou, alguns dos passageiros estavam ávidos por saber o segredo de sua tranquilidade. Eles se colocaram ao redor dela e lhe perguntaram a razão de tão grande calma. “Bem, meus amigos queridos”, ela respondeu, “É muito simples. Eu tenho duas filhas. Uma está morta e mora no céu. A outra vive em Cleveland. Quando a tempestade surgiu, eu me perguntei qual delas eu poderia visitar primeiro — a de Cleveland ou a que está no céu. E eu acabei deixando isto por conta do Senhor. Eu estaria feliz em ver todas as duas”.

Até que ponto temos mantido a tranquilidade diante das circunstâncias difíceis que enfrentamos neste mundo? Temos dominado a ansiedade, aguardando com alegria e paciência as orientações do Senhor, aceitando Suas decisões como o que de melhor poderia acontecer em nossas vidas ou ainda nos mostramos apressados, buscando nossa própria vontade, mesmo que venhamos a nos arrepender por atitudes equivocadas?

Temos sido cristãos apenas da boca para fora ou o nosso coração confia realmente em Cristo como Senhor de nossas vidas? Como filhos de Deus, temos obedecido à Sua Palavra ou a buscamos apenas quando estamos em apuros e precisando de um socorro urgente?

Quando o Senhor está em nosso coração, experimentamos calma nas horas boas e más, na tranquilidade de um dia ensolarado e sob as fortes intempéries da vida, nos momentos de abundância e também de grandes carências.

O que faz a diferença é Deus. Nada mais importa se eu ponho minha confiança nEle.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s