BOLETIM INFORMATIVO

Vou pro culto!

Reserve no link abaixo o seu lugar e o de sua família no culto dominical das 19 horas.

VOU PRO CULTO

Observações importantes:

  • Ao entrar no templo higienize suas mãos com álcool 70%;
  • É obrigatório o uso de máscara de proteção durante todo o culto;
  • Não desloque as cadeiras dos lugares pré-estabelecidos;
  • Não abrace ou cumprimente o seu irmão com contato físico;
  • Não transite ou utilize os banheiros a não ser que seja realmente necessário;
  • Janelas e portas deverão ser mantidas abertas durante toda a celebração;
  • Não compartilhe microfones ou instrumentos musicais;
  • Não será excedido o limite máximo de ocupação de irmãos previamente estabelecido;
  • Aconselhamos aos maiores de 60 anos, menores de 12 anos e portadores de doenças crônicas a permanecerem em casa e priorizar o culto online;
  • Não haverá cantina;
  • Não haverá boletim de papel, somente na versão digital;
  • Ofertas serão entregues na saída do culto.

line

Alimento 1×3

OBRA DO ESPÍRITO SANTO (Parte 2)

2Co 6.17,18 “Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-poderoso”.

As diversas operações do Espírito são complementares entre si, e não contraditórias. Ao mesmo tempo, essas atividades do Espírito Santo formam um todo, não havendo plena separação entre elas.

Alguém não pode ter:
(a) A nova vida total em Cristo, na unção e no poder do Espírito Santo (João 14, 17).
(b) Um santo viver pelo Espirito Santo e a palavra. (João 17, 17)
(c) O poder para testemunhar do Senhor na força do Espírito Santo. (Atos dos Apóstolos 4:8)
(d) A comunhão no seu corpo, sem exercitar estas quatro coisas. Por exemplo: uma pessoa não pode conservar o batismo no Espírito Santo se não vive uma vida de retidão, produzida pelo mesmo Espírito, que também quer conduzir esta mesma pessoa no conhecimento das verdades bíblicas e sua obediência às mesmas.

O conceito de separação do mal é fundamental para o relacionamento entre Deus e o seu povo.

Segundo a Bíblia, a separação abrange duas dimensões, sendo uma negativa e outra positiva:

A separação moral e espiritual do pecado e de tudo quanto é contrário a Jesus Cristo, à justiça e à Palavra de Deus.

Acercar-se de Deus em estreita e íntima comunhão, através da pessoa do Espírito Santo mediante a dedicação, a adoração e o serviço a Ele.

No AT, a separação era uma exigência contínua de Deus para o seu povo (Lv 11.44; Dt 7.3) . O povo de Deus deve ser santo, diferente e separado de todos os outros povos, a fim de pertencer exclusivamente a Deus. Uma principal razão por que Deus castigou o seu povo com o desterro na Assíria e Babilônia foi seu obstinado apego à idolatria e ao modo pecaminoso de vida dos povos vizinhos.

No NT, Deus ordenou a separação entre o crente e o sistema mundial corrupto e a transigência Ímpia.
Aqueles que na igreja pecam e não se arrependem de seus pecados (Mt 18.15-17; 1Co 5.9-11).
Os mestres, igrejas ou seitas falsas que aceitam erros teológicos e negam as verdades bíblicas e a direção do Espírito Santo. (Mt 7.15).

Nossa atitude nessa separação do mal, deve ser de (a) ódio ao pecado, à impiedade e à conduta de vida corrupta do mundo (Rm 12.9; Hb 1.9; 1Jo 2.15).

Oposição à falsa doutrina, pois o Espírito Santo testifica com nosso espírito o que realmente é de Deus. (Gl 1.9).

Amor genuíno para com aqueles de quem devemos nos separar, pois o Espírito Santo cria em nós um senso e uma visão melhor do nosso dever e com o compromisso do amor que recebemos do Pai (Jo 3.16).

O amor de Deus ao nos aperfeiçoarmos na santificação é uma das maiores obras do Espírito Santo na vida de uma pessoa.

Perguntas:

  1. Você já aprendeu a ouvir a voz do Espírito Santo?
  2. Como está o seu relacionamento com o mundo?
  3. Você tem algum costume mundano que gostaria de deixar?
line

Bíblia diária

2ª feira – Is. 01, 02, 03

3ª feira – Is. 04, 05, 06

4ª feira – Is. 07, 08, 09

5ª feira – Is. 10, 11, 12

6ª feira – Is. 01, 02, 03

Sábado – Is. 04, 05, 06

Domingo – Is. 07, 08

Período atual: Vigésima nona semana

line

Cristãos são obrigados a parar construção de igreja em Bangladesh

Aldeões budistas da região impediram o projeto

A igreja na tribo Mru, o único edifício da área, começou a ser levantada, mas a construção foi interrompida em BangladeshA igreja na tribo Mru, o único edifício da área, começou a ser levantada, mas a construção foi interrompida em Bangladesh

Os cristãos da tribo Mru em Longkom Pará, no Sudeste de Bangladesh, têm contribuído coletivamente com fundos para construir a única igreja na área, para que tenham um lugar para se reunir para adorar a Deus. Mas, no meio das obras, budistas locais liderados por um monge os forçaram a parar o projeto.

“Um monge veio e me pediu para parar de construir a igreja. Eles me disseram que eu não posso construir uma igreja aqui porque eles não querem ter uma igreja. Mas antes de construir o templo, conversei com o povo budista que nos deu permissão a construção. Agora que a igreja está meio concluída, eles protestam e nos pedem para parar de construir”, disse Ringrang Mro, um líder da igreja.

Os budistas disseram aos cristãos que não podiam construir a igreja porque queriam criar um caminho a pé através da terra onde a igreja está sendo construída. “Foi só uma desculpa, fazer uma trilha lá, porque não precisamos dela. Já existem vários caminhos”, disse o líder. 

“Várias comunidades tribais, principalmente budistas, vivem na área de Bandarban há gerações. Embora haja um templo para eles, os cristãos não têm um lugar para adorar”, disse Ringrang. “Eles realmente não querem que os cristãos tenham o tempo de culto. Eles só querem que os budistas adorem aqui”, conclui.

Pedidos de oração

  • Ore para que os cristãos da tribo Mru sejam pacientes e não fiquem ansiosos em tal situação. Em vez disso, enfrentem a questão à luz da Bíblia, orando e pedindo sabedoria a Deus.
  • Clame para que o Senhor fale com os budistas e os ajude a reconhecer que os cristãos também têm o direito de adorar e praticar a fé em paz na região.
  • Interceda para que a questão seja resolvida com entendimento mútuo e respeito entre todos. 

Fonte: Portas Abertas

line

Envelhecer e Crescer Saber Viver

Librarian Continues to Provide Resources

No primeiro dia de aula nosso professor se apresentou aos alunos, e nos desafiou a que nos apresentássemos a alguém que não conhecêssemos ainda.

Eu fiquei em pé para olhar ao redor quando uma mão suave tocou meu ombro.

Olhei para trás e vi uma pequena senhora, velhinha e enrugada, sorrindo radiante para mim. Um sorriso lindo que iluminava todo o seu ser.

Ela disse:

— Hei, bonitão, meu nome é Rosa. Eu tenho oitenta e sete anos de idade. Posso te dar um abraço?

Eu ri, e respondi entusiasticamente:

— É claro que pode!, e ela me deu um gigantesco apertão.

Não resisti e perguntei-lhe:

— Por que você está na faculdade em tão tenra e inocente idade?, e ela respondeu brincalhona:

— Estou aqui para encontrar um marido rico, casar, ter um casal de filhos, e então me aposentar e viajar.

— Está brincando, eu disse.

Eu estava curioso em saber o que a havia motivado a entrar neste desafio com a sua idade, e ela disse:

— Eu sempre sonhei em ter um estudo universitário, e agora estou tendo um!

Após a aula nós caminhamos para o prédio da união dos estudantes, e dividimos um milkshake de chocolate. Nos tornamos amigos instantaneamente.

Todos os dias nos próximos três meses nós teríamos aula juntos e falaríamos sem parar. Eu ficava sempre extasiado ouvindo aquela “máquina do tempo” compartilhar sua experiência e sabedoria comigo.

No decurso de um ano, Rose tornou-se um ícone no campus universitário, e fazia amigos facilmente, onde quer que fosse. Ela adorava vestir-se bem, e revelava-se na atenção que lhe davam os outros estudantes. Ela estava curtindo a vida!

No fim do semestre nós convidamos Rose para falar no nosso banquete de futebol. Jamais esquecerei o que ela nos ensinou.

Ela foi apresentada e se aproximou do podium.

Quando ela começou a ler a sua fala, já preparada, deixou cair três, das cinco folhas no chão. Frustrada e um pouco embaraçada, ela pegou o microfone e disse simplesmente:

— Desculpem-me, eu estou tão nervosa! Eu não conseguirei colocar meus papéis em ordem de novo, então me deixem apenas falar para vocês sobre aquilo que eu sei.

Enquanto nós ríamos, ela limpou sua garganta e começou:

— Nós não paramos de jogar porque ficamos velhos; nós nos tornamos velhos porque paramos de jogar. Existem somente quatro segredos para continuarmos jovens, felizes e conseguir o sucesso. Primeiro, você precisa rir e encontrar humor em cada dia. Segundo, você precisa ter um sonho. Quando você perde seus sonhos, você morre. Nós temos tantas pessoas caminhando por aí que estão mortas e nem desconfiam! Terceiro, há uma enorme diferença entre envelhecer e crescer. Se você tem dezenove anos de idade e ficar deitado na cama por um ano inteiro, sem fazer nada de produtivo, você ficará com vinte anos. Se eu tenho oitenta e sete anos e ficar na cama por um ano e não fizer coisa alguma, eu ficarei com oitenta e oito anos.

Qualquer um, mais cedo ou mais tarde ficará mais velho. Isso não exige talento nem habilidade, é uma conseqüência natural da vida. A idéia é crescer através das oportunidades. E por último, não tenha remorsos. Os velhos geralmente não se arrependem por aquilo que fizeram, mas sim por aquelas coisas que deixaram de fazer. As únicas pessoas que tem mêdo da morte são aquelas que tem remorsos.

Ela concluiu seu discurso cantando corajosamente “A Rosa”. Ela desafiou a cada um de nós a estudar poesia e vivê-la em nossa vida diária.

O fim do ano Rose terminou o último ano da faculdade que começara há tantos anos atrás.

Uma semana depois da formatura, Rose morreu tranqüilamente em seu sono.

Mais de dois mil alunos da faculdade foram ao seu funeral, em tributo à maravilhosa mulher que ensinou, através de seu exemplo, que nunca é tarde demais para ser tudo aquilo que você pode provavelmente será, se realmente desejar.

Lembre-se: “envelhecer é inevitável, mas crescer é opcional!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s